Atos contra Temer ocorrem em 25 estados brasileiros

Manifestações contra o impeachment estão em curso em quase todos os estados do país e até em Paris. Em São Paulo, Lula fez discurso diante de milhares de populares

Pelo menos 25 estados e o Distrito Federal registram manifestações contra o governo Michel Temer nesta sexta-feira (9). Os atos, que estão marcados para todas as capitais do país, são organizados pela Frente Brasil Popular, formada por movimentos como o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), Central Única dos Trabalhadores (CUT) e União Nacional dos Estudantes (UNE), que lutam contra o impeachment, que chamam de "golpe". Até em Paris foi feito um ato em protesto ao governo interino.

Estão em curso protestos, além do Distrito Federal, nos seguintes estados: São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí, Rondônia, Pará, Tocantins, Amapá, Amazonas, Espírito Santo e Roraima. O ex-presidente Lula fez discurso no ato de São Paulo, na Avenida Paulista, que começou às 17h.

Veja no vídeo:

 

"Deram um golpe na Dilma. E somente o povo que elegeu a Dilma teria o direito de tirar a Dilma", disse o cacique petista, que finalizou o discurso enfatizando o que, segundo ele, foram suas realizações. "Tenho orgulho do que nós fizemos neste país. Eu fui o único presidente que foi convidado e participou de todas as reuniões do G8. O G8 é a carta dos presidentes dos países ricos."

Em Brasília, cerca de mil pessoas, segundo a Polícia Militar, saíram do Museu Nacional rumo ao Congresso Nacional entoando gritos de "fora, Temer" e "não vai ter golpe". Segundo os manifestantes, o protesto reúne dez mil pessoas. A expectativa é que o público cresça na concentração final do ato, quando estão previstos shows.

"Hoje completa um mês de governo Temer, e que estamos em mobilização permanente ocupando Funartes e Escolas, todos os espaços públicos, gritando um grande e belo 'Fora Temer'. As mulheres tem um papel muito importante nisso tudo, afinal toda essa mobilização também está sendo protagonizada por elas", disse Camila Lanes, presidente da União Brasileira de Estudantes Secundaristas (UBES).

 

Mais sobre o Brasil nas ruas

Mais sobre impeachment

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!