Até Dilma e Lula sentem na pele problemas da telefonia celular

Até Dilma e Lula sofrem com celular
Vão doer os ouvidos dos presidentes das maiores operadoras de telefonia móvel do País. O ex-presidente Lula revelou para um amigo que, na quarta-feira, sua ligação de celular para a presidente Dilma Rousseff ‘caiu três vezes’. Inconformado com o sinal ruim, Lula telefonou para o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, e desancou as empresas. Dilma fez o mesmo e pediu fiscalização rigorosa. Lula não revelou, porém, qual a operadora de seu serviço.

Conversa de Lula com Dilma pelo celular na última quarta-feira (1) "caiu três vezes"

Sinal amarelo
Um deles na rodinha, o deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) lembrou que tem projeto que proíbe vendas de novas linhas se as operadoras não cumprirem metas de 3G e 4G.

Vaivém
Com dificuldades de contatar a TIM na Itália, acionistas brasileiros foram para Roma preocupados com o tamanho prejuízo por causa da venda suspensa de chips.

Alô, Procon
Dilma e Lula descobriram o que os brasileiros já sabem há anos: os péssimos serviços das telefônicas. Elas lideram no país o ranking do Procon.

Dia D na Petrobras
A Petrobras vive hoje momentos tensos depois da limpa da presidente Dilma e de Graças Foster nos apadrinhados políticos das diretorias. Os novos nomes serão definidos pelo conselho da petroleira. A maioria dos cotados, agora, são indicados por grandes empresários, sob pente fino de Dilma e Foster.

Prospectando…
PT e PMDB, que perderam apadrinhados, se uniram, claro, a alguns nomes cotados. Muito do futuro da aliança entre os dois partidos no Congresso e em capitais depende da reunião de hoje.

Sem confusão
A confusão sobre a participação, sob suspeição, do ministro Dias Toffoli no julgamento do mensalão poderia ser evitada se o sistema de escolha fosse outro. No Peru e Bolívia, ministros da corte são escolhidos por conselhos de juristas, não pelo presidente.

Começou a baixaria
A coluna cantou que Celso Russomanno (PRB) seria alvo de dossiês de adversários em SP. A suposta ligação com Carlinhos Cachoeira foi o primeiro deles.

Alerta bancário
Alerta dos bancos para os clientes: milhares de e-mails enviados todos os dias são todos vírus.

Pausa
Dando uma pausa no julgamento, o ministro Gilmar Mendes é esperado em São Paulo para a palestra “Pacto Federativo e Guerra Fiscal: Uma Visão do Legislativo”, na segunda, ao lado do senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES) e do jurista Ives Gandra.

N’água
Após ajustar aumento de até 45% para os docentes das universidades federais, a ministra Miriam Belchior, do Planejamento, revelou a deputados que o governo não concederá reajuste para os servidores federais da educação.

Bolsa-escritor
A Fundação Biblioteca Nacional e a Funarte prorrogaram o prazo final do edital de seleção de projetos para a Bolsa de Criação Literária até o dia 10 de agosto. Serão 30 bolsas no valor de R$ 15 mil.

Chávez & Mercosul
Apesar das críticas à entrada de Hugo Chávez no Mercosul, o deputado Dr. Rosinha, membro do Parlasul, diz que isso garantirá mais democracia à Venezuela, agora fiscalizada pelo Parlamento. A conferir.

Tá bom…
A presidente Cristina Kirchner garantiu ao governo brasileiro, em sua passagem por aqui, que vai acabar a novela de retenção de produtos brasileiros nos portos de lá.

Saudade
Quem acompanhou ontem o início longo do julgamento do Mensalão no STF teve saudade do Enéas. Dizia o que tinha de dizer em cinco segundos, e ponto.

Ponto Final
‘Que esse julgamento possa significar o fim da cultura da impunidade’
Do senador Álvaro Dias (PSDB-PR), sobre o julgamento do Mensalão no STF

Com Marcos Seabra

contato@colunaesplanada.com.br . twitter – leandromazzini . www.colunaesplanada.com.br

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!