Assessor de senador petista é detido com R$ 180 mil em dinheiro

À polícia, motorista afirmou ser dono do dinheiro apreendido e negou que o montante tenha ligação com Wellington Dias, que é candidato ao governo do Piauí

Servidor do gabinete do senador Wellington Dias (PT), José Ferreira de Araújo foi detido no interior da Bahia com R$ 180 mil em notas de R$ 100. À polícia, Araújo, que ocupa cargo comissionado de motorista no Senado, afirmou ser dono do dinheiro e negou que o montante tenha ligação com o parlamentar, que é candidato ao governo do Piauí.

O dinheiro estava escondido embaixo do banco traseiro do Pálio pertencente a Araújo. Ele afirmou que estava indo para São Miguel do Fidalgo (PI) para comprar uma propriedade rural.

Em nota, Wellington Dias negou “qualquer relação" com o episódio, ocorrido nesta quinta, e disse que o motorista  estava "em férias, em viagem pessoal". Ainda segundo a nota, Araújo disse à polícia "ter como comprovar a origem do dinheiro, já que a mulher dele é comerciante".

 

Mais sobre eleições 2014

Assine a Revista Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!