Aposentadoria de Joaquim Barbosa é publicada no Diário Oficial

Ricardo Lewandowski deve ser eleito presidente da corte nesta sexta para substituir ministro que anunciou aposentadoria em maio. Joaquim poderia ficar no STF até 2024

O decreto referente à aposentadoria do ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi publicado nesta quinta-feira (31) no Diário Oficial da União. Em sua última sessão como presidente da corte, no último dia 1º de julho, Joaquim disse que estava deixando o STF com a “alma leve” e sem interesse em seguir a carreira política.

Em maio, Joaquim anunciou a aposentadoria. Ele ocupou o posto de ministro por 11 anos. Com 59 anos, ele poderia continuar no STF até a aposentadoria compulsória, em 2024, quando completará 70 anos.

Indicado pelo ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, Joaquim Barbosa foi o primeiro negro a assumir a presidência do Supremo. Atuou como relator do processo do mensalão do PT. O decreto da aposentadoria foi assinado pela presidenta Dilma Rousseff (PT) e pelo ministro José Eduardo Cardozo (Justiça).

A eleição do novo presidente do tribunal está marcada para amanhã (1º). Pela tradição do órgão, os ministros devem escolher o atual vice-presidente, Ricardo Lewandowski, por ser o integrante mais antigo que ainda não presidiu o colegiado.

 

Assine a Revista Congresso em Foco em versão digital ou impressa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!