Estamos mudando o site. Participe enviando seus comentários por aqui.

Após polêmica sobre comentário racista, TV Globo encerra contrato com William Waack

 

A Rede Globo e o jornalista William Waack, âncora do Jornal da Globo, divulgaram, nesta sexta-feira (22), um comunicado de encerramento consensual do contrato de prestação de serviços que mantinham. O jornalista estava afastado da emissora de TV desde novembro, após o vazamento de um vídeo em que ele faz piadas de cunho racista.

O texto diz que Waack "reitera que nem ali nem em nenhum outro momento de sua vida teve o objetivo de protagonizar ofensas raciais". Além disso, afirma que ele "Repudia de forma absoluta o racismo e nunca compactuou com esse sentimento abjeto".

<< Globo afasta William Waack depois de comentário racista; vídeo viraliza nas redes

A TV Globo também diz "repudiar o racismo em todas as suas formas e manifestações". Desde o seu afastamento do trabalho, a apresentadora Renata Lo Prete (Globo News) esteve à frente do telejornal. No entanto, com o encerramento do contrato, Renata Lo Prete, que estava no comando interinamente, passa a ser a titular. Heraldo Pereira, a partir do ano que vem, será o novo apresentador do Jornal das Dez, da Globo News.

O vídeo

No vídeo, William se prepara para entrar ao vivo no telejornal e, em conversa ainda fora do ar, dirige-se ao também jornalista e diretor do Wilson Center, nos Estados Unidos, Paulo Sotero, depois de reclamar do barulho no trânsito. Na ocasião, o âncora participava da cobertura sobre a vitória do presidente norte-americano Donald Trump, na eleição do ano passado, direto de Washington (EUA).

Em determinado momento dos comentários, William xinga motoristas que passam buzinando. “Está buzinando por quê, seu merda do cacete. [...] Deve ser um… com certeza. Não vou nem falar de quem… eu sei quem é… sabe o que é?”, dispara o jornalista, diante de um entrevistado ainda sem entender muito bem o que se passava.

“Preto, né? Isso é coisa de preto, com certeza!”, acrescenta o jornalista, agora arrancando risadas do interlocutor. O vídeo viralizou nas redes, principalmente no Twitter.

Veja o comentário do jornalista em off:

 

Leia íntegra da nota da TV Globo:

"Em relação ao vídeo que circulou na internet a partir do dia 8 de novembro de 2017, William Waack reitera que nem ali nem em nenhum outro momento de sua vida teve o objetivo de protagonizar ofensas raciais. Repudia de forma absoluta o racismo, nunca compactuou com esse sentimento abjeto e sempre lutou por uma sociedade inclusiva e que respeite as diferenças. Pede desculpas a quem se sentiu ofendido, pois todos merecem o seu respeito.

A TV Globo e o jornalista decidiram que o melhor caminho a seguir é o encerramento consensual do contrato de prestação de serviços que mantinham.

A TV Globo reafirma seu repúdio ao racismo em todas as suas formas e manifestações. E reitera a excelência profissional de Waack e a imensa contribuição dele ao jornalismo da TV Globo e ao brasileiro. E a ele agradece os anos de colaboração.

Ali Kamel, diretor de jornalismo da TV Globo

William Waack, jornalista e apresentador de programas jornalísticos da TV Globo"

<< Com participação de artistas, ONU lança campanha no Brasil para alertar sobre violência contra negros

<< Leia mais sobre racismo

 

Continuar lendo