Lava Jato: criminalista de “meio Congresso” foi procurado por seis senadores

Kakay é responsável pelas defesas da ex-governadora Roseana Sarney e do senador Edison Lobão (PMDB-MA), ambos citados como beneficiários dos desvios na Petrobras

Wilson Dias/Agência Brasil
Depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) divulgou a lista de políticos que seriam investigados por envolvimento no esquema de corrupção descoberto pela Operação Lava Jato na Petrobras, o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, foi procurado por pelo menos seis senadores para fazer suas respectivas defesas. Nos bastidores, Kakay é chamado de "advogado de meio Congresso Nacional" por ter se especializado em defender políticos enrolados com a Justiça. O advogado é considerado um dos maiores especialistas em Direito Penal do Brasil.

Atualmente, Kakay é responsável pelas defesas da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB-MA) e do ex-ministro e senador Edison Lobão (PMDB-MA), ambos citados como beneficiários do esquema de desvios de recursos na Petrobras. Além deles, Kakay também atuará na defesa do senador Aécio Neves (PSDB-MG), citado nas delações premiadas do doleiro Alberto Youssef.

 

O criminalista foi advogado do doleiro Alberto Youssef na primeira fase da Lava Jato. Ele deixou a defesa do doleiro por não concordar com o acordo de delação premiada assinado pelo doleiro. Apesar de ter sido procurado por meia dúzia de senadores, Kakay ainda não sabe se aceitará todos os casos, conforme apurou o Congresso em Foco.

Ao todo, o STF determinou a abertura de inquérito contra 12 senadores, incluindo o senador Edison Lobão. Além de ser o advogado preferido dos políticos, Kakay também é conhecido por atuar em casos polêmicos. Ele já defendeu o ex-senador Demóstenes Torres, no âmbito da Operação Monte Carlo, e também a atriz Carolina Dieckmann, quando fotos íntimas da atriz vazaram na internet. Outro cliente famoso de Kakay foi o cantor Roberto Carlos, em meio à polêmica da publicação de biografias não autorizadas.

Petrolão: as suspeitas que recaem sobre os políticos

Mais sobre a Operação Lava Jato

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!