Após cirurgia, Genoino se recupera na UTI do Sírio-Libanês

Deputado do PT se sentiu mal e foi internado às pressas em Ubatuba. Médicos encontraram um rompimento em uma das camadas da aorta, resultando na transferência para São Paulo e no procedimento de emergência

O deputado José Genoino (PT-SP) está estável e internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, após uma cirurgia de emergência realizada na madrugada desta quinta-feira (25). Ele foi internado ontem (24) para exames ontem após sentir um mal-estar. Os médicos, então, decidiram corrigir a dissecção da aorta, que é o rompimento de uma das camadas da artéria.

De acordo com boletim divulgado na manhã de hoje pelo hospital, Genoino está estável e se recupera na UTI, sem data para ser liberado. A cirurgia começou por volta da meia-noite e terminou às 5h. Ele é atendido pelos médicos Roberto Kalil Filho e Fábio Jatene. No ano passado, o deputado petista passou por um cateterismo para o desentupimento de uma artéria.

"A cirurgia foi bem sucedida. Porém a situação é grave", afirmou o líder do PT na Câmara, José Guimarães (CE), que é irmão de Genoino. De acordo com a assessoria do deputado paulista, ele se sentiu mal ontem em Ubatuba, no litoral norte de São Paulo, e foi internado em um hospital da cidade para exames por volta das 6h. Verificada a gravidade do caso, ele foi transferido para o Sírio-Libanês na parte da tarde.

Ex-presidente nacional do PT, Genoino foi eleito cinco vezes para o mandato de deputado. Em 2010, no entanto, ficou como primeiro suplente da coligação. Assumiu o cargo em 3 de janeiro de 2013 com a licença de Aldo Rebelo (PCdoB-SP), atual ministro do Esporte. No ano passado, foi condenado a seis anos e 11 meses de prisão e multa de R$ 390 mil pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e peculato no Supremo Tribunal Federal (STF) no processo do mensalão.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!