Congresso analisa créditos orçamentários do governo

O Congresso Nacional se reúne nesta terça-feira (8) para avaliar projetos de lei que liberam créditos orçamentários para o governo federal e a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do próximo ano. Deputados e senadores aprovaram o projeto de lei que abre crédito suplementar de R$ 236,56 milhões para o Ministério Público da União e a Justiça Federal, mas não chegaram a um consenso sobre o projeto de lei que libera R$ 3 bilhões em emendas parlamentares.

> Câmara aprova, mas Senado adia decisão sobre emendas parlamentares

O projeto que trata das emendas sofreu obstrução na Câmara e no Senado. Na Câmara, os seis partidos de oposição e o Novo obstruíram a matéria por entenderem que as emendas foram usadas como moeda de troca para a votação da reforma da Previdência.O governo e até o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), contudo, saíram em defesa das emendas. Por isso, o texto acabou sendo aprovado com o voto de 270 deputados. Veja aqui como os deputados votaram.

O projeto foi, então, pautado para deliberação do Senado. Mas a oposição retomou o kit obstrução e deixou a sessão sem quórum para que o projeto fosse votado. A decisão final sobre o assunto, então, ficou para a próxima sessão do Congresso.

O veto ao projeto de lei que muda as regras eleitorais foi retirado de pauta desta terça-feira. Veja como foram as discussões sobre os créditos orçamentários:

> Entre agora no Catarse para colaborar com o jornalismo independente

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!