Ângela Portela (PT-RR)

Senadora respondia a inquérito por compra de votos, mas procedimento foi arquivado pelo STF

A senadora era investigada no Inquérito 4035 por crime eleitoral. Era suspeita de ter comprado votos em viagem a uma comunidade indígena durante a campanha eleitoral de 2014. Mas o inquérito foi arquivado, por decisão do ministro do Supremo Roberto Barroso.

Aqui, a manifestação feita pela senadora antes do arquivamento do inquérito:

“Com relação ao inquérito 4035, que se encontra no Supremo Tribunal Federal, referente à acusação de crime eleitoral no segundo turno das eleições de 2014 em Roraima, em que eu não era candidata,  tenho a esclarecer que tudo não passou de uma ação criminosa protagonizada por nossos adversários. A bem da verdade, o avião em que  viajávamos  foi revistado na decolagem, em Boa Vista, pela Polícia Federal e no pouso em Pacaraima, pela Polícia Militar, inclusive com cães farejadores e nada que me envolvesse com qualquer irregularidade foi encontrado. O jornal Folha de Boa Vista, de maior circulação e o mais conceituado no Estado, trouxe uma matéria, à época, que narra o ocorrido, como segue em link abaixo.”

Confira a reportagem sugerida pela senadora

 

Veja mais:

Quase 40% dos senadores têm pendências criminais

Mais sobre processos

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!