Analistas-tributários da Receita Federal vão parar

Durante a paralisação desta semana, não serão realizados atendimentos nas unidades da Receita Federal em todo o país

Os analistas-tributários da Receita Federal paralisam nestas terça e quarta-feiras (26/27), as atividades em todo o País. A categoria aguarda a apresentação formal da proposta de reestruturação salarial que deverá ser encaminhada pelo Ministério do Planejamento ainda esta semana.

Os técnicos negociam com o governo uma proposta de remuneração mais justa e e o bônus de eficiência, entre outros itens da pauta encaminhada ao governo.

Defasado

Sílvia de Alencar presidenta do Sindireceita, diz que a proposta inicial apresentada pelo governo não atende os analistas-tributários e que o subsídio da categoria está defasado em mais de 30%.

“Precisamos avançar em questões estruturantes da carreira de auditoria como o padrão remuneratório, a construção de uma proposta concreta de bônus de eficiência e de definição de atribuições. Os analistas-tributários não aceitarão serem submetidos a um acordo que não reconheça a importância do cargo”, reforçou.

Durante a paralisação desta semana, não serão realizados atendimentos nas unidades da Receita Federal em todo o país. Será suspenso o atendimento ao contribuinte, não serão efetuadas a Emissão de CND, o parcelamento de débitos, a recepção de documentos malha fiscal, a emissão de Darf e GPS, entre outros. Também serão paralisados os serviços nas alfândegas e inspetorias como despachos de exportação, conferência física, trânsito aduaneiro, embarque de suprimentos, vigilância aduaneira e repressão, entre outros.

A Receita Federal tem mais de 8 mil analistas-tributários que atuam nas agências, centros de atendimento, delegacias, alfândegas, inspetorias e postos de fronteira. Durante estes dois dias, as atividades realizadas por esses servidores serão interrompidas.

Mais sobre Receita Federal

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!