Alto custo dos voos faz Dilma desistir dos aviões da FAB

Presidente afastada, que está fazendo uma vaquinha para arrecadar dinheiro para viajar, conclui que é mais barato fretar um vôo do que pagar por aeronaves da Força Aérea Brasileira

Depois de travar uma batalha judicial com o presidente interino Michel Temer, que limitou as viagens de Dilma Rousseff com aviões da Força Aérea Brasileira, a própria presidente desistiu de usar as aeronaves oficiais. O último despacho da Justiça determinou que a presidente poderia voar em aeronaves militares desde que reembolsasse a União - o que é mais caro que fretar um voo particular.

Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, Dilma já fretou um jato por R$ 90 mil para ir e voltar de Brasília a Belém nesta quinta-feira (30), onde participará de um evento. O mesmo trecho, no avião utilizado por Dilma, o Legacy 145, custaria R$ 100 mil. A informação sobre os valores, porém, não foi confirmada pela FAB por serem consideradas "estratégicos" da aviação militar.

A polêmica sobre as viagens de Dilma começou quando o presidente interino Michel Temer limitou o transporte de dela pela FAB. Temer restringiu os deslocamentos da petista em aviões militares apenas ao trecho entre Brasília e Porto Alegre, onde moram os familiares da presidente afastada.

Vaquinha

Ontem (quarta, 29) duas amigas de Dilma lançaram uma vaquinha virtual para arrecadar fundos para as viagens da presidente afastada pelo Brasil. O objetivo da campanha é arrecadar R$ 500 mil. São aceitas doações a partir de R$ 10. Cada colaboração é recompensada com uma citação no site de Dilma, uma foto oficial autografada em versão digital e um vídeo de agradecimento da petista. Independente do valor doado, as recompensas são sempre as mesmas. Segundo a propaganda da vaquinha, a presidente “precisa viajar pelo Brasil” para “mostrar que o impeachment é fraudulento”.

Mais sobre o impeachment

Mais sobre Dilma

Leia a íntegra da matéria da Folha

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!