Aliados de Dilma apresentam requerimento para votar separadamente penalidades

De acordo com a solicitação, os parlamentares devem votar a perda de mandato e a perda de direitos políticos separadamente, e não em apenas uma votação

Aliados da presidente Dilma Rousseff apresentaram na sessão de julgamento desta quarta-feira (31) um requerimento para votar separadamente as perguntas a serem respondidas pelos senadores. De acordo com a solicitação, os parlamentares devem votar a perda de mandato e a perda de direitos políticos de maneira independente, e não em apenas uma votação. O objetivo dos aliados da petista é preservar seus direitos políticos de Dilma.

"A defesa da presidente Dilma entende que seria necessário que isso acontecesse, até porque, a desproporcionalidade entre aquilo que ela é a acusada e a pena é clara", disse Humberto Costa (PT-PE) antes do início da sessão.

O ex-presidente Fernando Collor (PTC-AL) criticou a proposta. "Agora se que dar uma interpretação fatiada da Constituição", argumentou o senador, que foi alvo de processo de impeachment e renunciou antes do julgamento pelo Senado para não perder os direitos políticos, em 1992. "É difícil para mim entender uma discussão como essa, sr. presidente", disse Collor.

Mais sobre impeachment

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!