Aliados de Bolsonaro pedem apoio de eleitores para tornar Eduardo líder do PSL na Câmara

Deputados aliados ao presidente Jair Bolsonaro já estão se mobilizando contra a decisão da Secretaria Geral da Câmara que manteve o Delegado Waldir (PSL-GO) na liderança do PSL. A ideia é apresentar mais uma lista de assinaturas pedindo a condução de Eduardo Bolsonaro (SP) ao cargo que hoje é ocupado por Waldir. A expectativa é que essa lista chegue a 32 assinaturas. Mas, para isso, os deputados estão pedindo nas redes sociais que os eleitores cobrem dos demais parlamentares apoio ao presidente Bolsonaro.

> Nova lista a favor de Bolsonaro já circula na Câmara e pode ganhar apoio de bivaristas

Como adiantou o Congresso em Foco, a nova lista de assinaturas já estava circulando entre os deputados bolsonaristas na manhã desta quinta-feira (17). O deputado Filipe Barros (PR) chegou a acusar o Delegado Waldir de ter coagido alguns parlamentares a assinarem essa lista, dizendo que, se não assinassem, sofreriam sanções parlamentares como a expulsão das comissões da Câmara. Por isso, tem a expectativa de angariar o apoio desses deputados e aumentar a lista de apoiadores de Eduardo Bolsonaro de 27 para os mesmos 32 deputados que assinaram a lista de Waldir.

Essa mobilização, porém, se tornou pública no início desta tarde, logo depois de a Mesa da Câmara comunicar que a liderança do PSL continuava com o Delegado Waldir, que é aliado do presidente do PSL, Luciano Bivar. É que os deputados que apoiam Bolsonaro foram até as redes sociais pedir que os eleitores do PSL pressionarem seus deputados a assinar a lista que favorece Eduardo Bolsonaro.

“Chance de você que votou em Jair Bolsonaro cobrar coerência do seu deputado do PSL”, escreveu o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (GO), no Twitter. “Já estamos coletando assinaturas para nomear Eduardo Bolsonaro o novo líder do PSL. É a chance de seu deputado ter coerência e permanecer ao lado do presidente. Cobre dele que assine a nova lista”, reforçou Carlos Jordy (RJ).

“Cobrem do seu deputado se ele é ou não fiel ao presidente Jair Bolsonaro”, acrescentou Carla Zambelli (SP), que não perdeu a oportunidade de atacar alguns colegas de partido. “Só esqueça nomes como Bivar, Joice, Waldir. Foquem nos que ainda há esperança. Estes aí já estão contra o Presidente”, afirmou a deputada.

Filipe Barros ainda aproveitou para fazer novas críticas ao Delegado Waldir. “Nesse momento, Delegado Waldir percorre os corredores da câmara dos deputados, oferecendo até 4 cargos para o Deputado que assinar a lista para mantê-lo na liderança e ameaçando retaliar quem não assinar”, escreveu o deputado paranaense.

Segundo esses deputados, a Mesa deveria considerar a última lista apresentada pelos deputados, que favorecia Eduardo Bolsonaro. A decisão oficial desta quarta, contudo, foi validar a lista que tinha mais assinaturas, que favorecia Waldir. É por isso que os aliados de Bolsonaro agora buscam ampliar o número de assinaturas na lista que propõe a destituição de Waldir.

> Senador do MDB substitui Joice Hasselmann como líder do governo no Congresso

> Waldir acusa aliados de Bolsonaro de espalharem fake news e calúnias contra ele e Bivar

Bolsonaro x Delegado Waldirbriga PSLCarla ZambelliCarlos JordyEduardo BolsonaroFilipe BarrosMajor Vitor HugoPSLPSL na Câmara