Aliado de Bolsonaro divulga fake news sobre Glenn Greenwald

O deputado Pastor Eurico (Patriota-PE) divulgou aos seus contatos na rede de compartilhamento de mensagens WhatsApp notícia falsa contra o editor do site Intercept Glenn Greenwald.

Eurico é membro da bancada evangélica na Câmara dos Deputados e um dos principais apoiadores do presidente Jair Bolsonaro em Pernambuco. Ele foi o 5º mais votado do Estado nas eleições de 2018.

Pelo conteúdo da mensagem compartilhada, Glenn teria sido preso pela Polícia Federal no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, ao tentar fugir do Brasil.

A agência de checagem Lupa analisou a informação e concluiu que ela é falsa. A Polícia Federal declarou, em nota a Lupa, que não emitiu nenhuma ordem de prisão para Glenn.

O Intercept também afirmou que nenhuma ordem de prisão foi decretada e que Glenn não esteve em nenhum aeroporto na quarta-feira (24), data que a notícia falsa teve um explosão de compartilhamento nas redes sociais.

O site Intercep publica desde o dia 9 de junho uma série de reportagens sobre troca de mensagens envolvendo procuradores da Lava Jato e o então juiz responsável por julgar os casos da Operação e hoje ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

As conversas mostram que Moro e os procuradores agiram de forma combinada na condução dos casos da Lava Jato.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!