Aeronautas podem paralisar atividades na próxima segunda

Categoria aprovou ontem (20) estado de greve por conta dos impasses nas negociações da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) desses profissionais para o biênio 2015/2016

Uma assembleia marcada para a próxima segunda-feira  (25) pode paralisar as atividades dos aeronautas em todo o país. A categoria aprovou ontem (20) estado de greve por conta dos impasses nas negociações da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) desses profissionais para o biênio 2015/2016.

A categoria rejeitou propostas das empresas aéreas, que ofereceram 0% de reajuste salarial com pagamento de abono escalonado de junho (1%) a novembro (9%). A contraproposta dos aeronautas é diminuir o pedido de reajuste salarial, de 15% para 12%.

“Qualquer índice abaixo da inflação significaria um prejuízo irreparável para a categoria, que na prática teria perda salarial. Os aeronautas entendem as dificuldades do momento, porém não podem assumir os riscos do negócio, que são das empresas”, afirma o presidente do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), Adriano Castanho.

Uma audiência entre empresas aéreas e aeronautas está marcada para sexta-feira (22) no Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!