Aécio se diz perplexo com a morte de Eduardo Campos

Candidato tucano ao Planalto diz que morte do presidenciável do PSB é irreparável e incompreensível. “O Brasil perde um dos seus mais talentosos políticos”

Em nota divulgada por sua assessoria de imprensa, o candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, classificou como “irreparável e incompreensível” a morte do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), um de seus principais concorrentes ao Planalto. Aécio disse ter recebido a notícia da tragédia com "perplexidade". Eduardo morreu nesta manhã, em Santos (SP), após queda do avião que levava sua comitiva do Rio para o Guarujá (SP). Além dele, outras sete pessoas que estavam na aeronave morreram.

Veja a nota divulgada por Aécio:

“É com imensa tristeza que recebi a notícia do acidente que vitimou o ex-governador e meu amigo Eduardo Campos. O Brasil perde um dos seus mais talentosos políticos, que sempre lutou com idealismo por aquilo em que acreditava. A perda é irreparável e incompreensível. Nesse momento, minha família e eu nos unimos em oração à família de Eduardo, seus amigos e a milhões de brasileiros que, com certeza, partilham a mesma perplexidade e pesar.”

Morre Eduardo Campos em desastre aéreo

Mais sobre eleições 2014

Assine a Revista Congresso em Foco em versão digital ou impressa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!