Aécio pede divulgação de dados oficiais e TSE nega

Tribunal Superior Eleitoral nega pedido de Aécio Neves para que o governo seja obrigado a divulgar dados de desmatamento, educação e arrecadação de tributos

O Tribunal Superior Eleitoral negou, neste sábado, o pedido do presidenciável Aécio Neves para que fossem liberadas estatísticas atualizadas sobre o desempenho dos alunos em português e matemática e a arrecadação de tributos. Depois que o jornal Folha de S. Paulo divulgou matéria destacando que o governo vem evitando divulgar dados relativos ao aumento da pobreza, desmatamento e taxa de aprovação dos alunos das escolas públicas do Ideb, o candidato tucano entrou na Justiça para que o governo federal fosse obrigado a tornar públicas as informações.

Entretanto, o ministro do TSE, Admar Gonzaga, negou o pedido alegando que a Coligação Muda Brasil baseia-se exclusivamente em matéria jornalística, não havendo elementos que justifiquem a  concessão da liminar.

“Verifico que as afirmações declinadas na inicial lastreiam-se, exclusivamente, em matéria jornalística, ainda que produzida e veiculada por periódico de tradição e respeitabilidade. Com efeito, a reportagem tem contorno especulativo e, assim, não apresenta a segurança necessária para determinar a subsunção do quanto descrito à norma apontada”, disse o ministro segundo o site do TSE.

Veja aqui a matéria no site do TSE

Mais sobre as eleições

Assine a Revista Congresso em Foco


desmatamentoeducaçãoEleições 2014TSE