Advogados de Lula convocam imprensa internacional para falar de petição entregue à ONU

No documento, nomeado como "O que está acontecendo com Lula", a defesa do petista alerta para o fato de a ONU ter aceitado, em outubro, a petição protocolada por Lula, "delineando abusos cometidos contra ele pelo sistema judicial brasileiro". O governo brasileiro recebeu o prazo de dois meses para se defender das acusações

 

 

 

A defesa do ex-presidente Lula convocou a imprensa internacional, nesta segunda-feira (14), para prestar esclarecimentos sobre a petição apresentada à Organização das Nações Unidas (ONU) contra a Justiça brasileira. O encontro com os jornalistas será na próxima quarta-feira 16, na sede do Clube Suíço de imprensa. De acordo com informações dos advogados Geoffrey Robertson, Valeska e Cristiano Zanin Martins, na ocasião a imprensa será atualizada "sobre a exaustão dos direitos domésticos de Lula no Brasil e os ataques de direitos humanos" sobre o ex-presidente.

No documento, nomeado como "O que está acontecendo com Lula", a defesa do petista alerta para o fato de a ONU ter aceitado, em outubro, a petição protocolada por Lula, "delineando abusos cometidos contra ele pelo sistema judicial brasileiro". O governo brasileiro recebeu o prazo de dois meses para se defender das acusações.

Entretanto, a própria ONU destacou, ao aceitar a petição, que esta teria sido aprovada para análise, fato "que não implica uma decisão nem sobre sua admissibilidade e nem sobre mérito". Ou seja, a aceitação significa apenas que o Comitê de Direitos Humanos olhará o caso.

Mais sobre Lula

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!