Advogado de Cunha critica relator e promete entregar defesa nesta terça

Responsável pela defesa do presidente da Câmara no Conselho de Ética, Marcelo Nobre critica "antecipação injustificada" de parecer preliminar de Fausto Pinato. Advogado diz que apresentará argumentos do peemedebista nesta terça ao Conselho de Ética

O advogado Marcelo Nobre, que defende o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no Conselho de Ética, criticou a antecipação do relatório preliminar pelo relator, deputado Fausto Pinato (PRB-SP). A defesa de Cunha alega que, ao antecipar a entrega de seu relatório em três dias, Pinato “fere o direito de defesa” do parlamentar. “Lamento essa antecipação injustificada, que representa o cerceamento do direito de defesa, imprescindível para o esclarecimento de dúvidas do relator e dos integrantes do Conselho”, escreveu Nobre, em nota divulgada esta tarde.

O advogado reafirmou que apresentará a defesa de Cunha nesta terça-feira (17). O peemedebista tem dez dias para apresentar seus argumentos após a entrega do parecer preliminar, o que ocorreu nesta manhã. O deputado paulista tinha até quinta-feira (19) para concluir essa etapa de seu trabalho. Ele deu parecer pela continuidade do processo.

Segundo Pinato, a representação encabeçada pelo Psol e pela Rede tem “indícios de autoria e legitimidade” suficientes para a continuidade do processo. “Cheguei à minha conclusão convicto, com a consciência tranquila, muito feliz por ter feito um trabalho sério e correto. O processo contra o presidente Eduardo Cunha deve ter seguimento por preencher todos os requisitos de admissibilidade”, disse ele em coletiva concedida à imprensa nesta manhã.

Veja a íntegra da nota de defesa de Cunha:

“A apresentação antecipada do parecer do relator Fausto Pinato (PRB-SP), referente à representação contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, no Conselho de Ética da Casa, fere o direito de defesa do parlamentar.

Lamento essa antecipação injustificada, que representa o cerceamento do direito de defesa, imprescindível para o esclarecimento de dúvidas do relator e dos integrantes do Conselho.

Mesmo com esse procedimento precipitado do relator, mantenho o prazo de apresentar nesta terça-feira (17) a defesa do presidente da Câmara ao Conselho de Ética.

Reafirmo a confiança nos membros do Conselho de Ética, que farão um julgamento isento e imparcial, exatamente como são os princípios de um Estado Democrático de Direito.

Marcelo Nobre, advogado de defesa do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, no Conselho de Ética”

Mais sobre Eduardo Cunha

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!