A dois meses das eleições, PT anuncia instalação de CPI do Metrô

Governistas querem investigar suposto cartel em SP e no DF. Primeira reunião do colegiado foi marcada para esta quarta-feira

O Congresso vai instalar nesta quarta-feira (6) uma CPI mista para investigar denúncias de formação de cartel, corrupção e outras irregularidades em licitações, contratos, execução de obras e manutenção de linhas de trem e metrô no estado de São Paulo e no Distrito Federal. O anúncio sobre a instalação foi feito hoje pelo senador Eduardo Suplicy (PT-SP).

Na primeira reunião, marcada para amanhã, o colegiado deve eleger seu presidente e vice. Na ocasião, o relator da comissão também deve ser escolhido.

A CPI mista do Metrô, formada por deputados e senadores, foi proposta pela base governista. A maioria dos integrantes integra o bloco de apoio ao governo federal.

A dois meses das eleições, a comissão, cujo pedido para criação foi apresentado em maio, vai ser instalada em meio a um embate entre oposicionistas e governistas por conta de denúncia de fraude em depoimentos da CPI da Petrobras. Para a oposição, o objetivo da nova CPI é desgastar o PSDB, que tem o senador tucano Aécio Neves em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto na corrida ao Palácio do Planalto contra a presidenta Dilma Rousseff (PT).

 

Mais sobre Petrobras

Assine a Revista Congresso em Foco em versão digital ou impressa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!