‘Venda de energia não faz parte dos planos’, diz Novelis

Em resposta à coluna de Zé Maria, empresa diz que fábrica foi fechada por causa do “cenário adverso” no setor de alumínio e que dá suporte aos funcionários demitidos

A Novelis  afirmou ao Congresso em Foco que o fechamento da fábrica em Ouro Preto (MG) se deve ao cenário adversário para o setor de alumínio no Brasil. Em nota enviada como resposta a um artigo do colunista Zé Maria, a empresa rejeita que planeja vender energia e reiterou o suporte aos 350 funcionários demitidos. Veja a íntegra da nota:

"ESCLARECIMENTO

Em relação ao artigo publicado no site Congresso em Foco, em 13 de novembro de 2014, a Novelis esclarece que:

A Empresa, líder mundial em laminados e reciclagem de alumínio, tomou a decisão pelo fechamento da fábrica localizada em Ouro Preto/MG por conta do cenário adverso para o setor de alumínio primário no Brasil. Nesse processo são impactados diretamente 350 profissionais.

A Novelis anunciou em abril de 2014 a venda de seus ativos de geração de energia, compostos por oito Pequenas Centrais Hidrelétricas para a Companhia Energética Integrada (C.E.I.) e 50% de sua participação no Consórcio Candonga (UHE Risoleta Neves). O processo segue os trâmites operacionais para transferência dos ativos. A venda de energia não faz parte dos planos de negócio da Companhia.

A Empresa reitera o respeito ao Sindicato local e já iniciou as negociações para discutir os termos do desligamento de seus funcionários, inclusive com mediação da Gerência Regional do Trabalho e Emprego.

Em, 3 de novembro, a Novelis lançou o Núcleo de Apoio Profissional (NAP), para dar suporte aos seus profissionais neste momento de transição de carreira. O Núcleo oferece orientações para entrevistas, planejamento financeiro, além de treinamentos para ampliar conhecimentos técnicos, aumentando assim a possibilidade de conquistar uma nova posição de trabalho.

A equipe de consultores também é responsável por apresentar oportunidades de recolocação no mercado. Tudo isso alinhando com as expectativas de cada um de seus funcionários. A ação foi discutida com o Sindicato local, que concordou com o início do atendimento."

Zé Maria: energia elétrica, especulação e demissão

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!