‘Lenda da música’, Compadre Washington se filia ao PTB para disputar eleição

Líder do “É o tchan” pretende disputar o mandato de vereador em São Paulo em 2016. Responsável pela filiação, deputado diz que cantor é “uma das lendas vivas da música popular brasileira”

Cantor e líder da banda de axé "É o Tchan", Compadre Washington quer fazer carreira na política. O músico baiano se filiou ao PTB, nesta sexta-feira (28), para disputar o mandato de vereador em São Paulo no ano que vem. Autor de bordões como “sabe nada, inocente” e “ordinária”, o artista teve sua filiação anunciada com entusiasmo pelo deputado estadual Campos Machado (SP), presidente do partido em São Paulo.

“Recebi uma das lendas vivas da música popular brasileira, um homem de família, um profissional exemplar com uma bela história de vida. O compadre Washington veio filiar-se ao PTB e é nosso pré-candidato a vereador na cidade de São Paulo, para as eleições majoritárias de 2016”, comemorou no Facebook o deputado. “Para toda nação petebista é uma honra receber um músico desse quilate. Tenho certeza que meu amigo Compadre fará muito bonito e será um orgulho para os paulistanos”, acrescentou.

O Congresso em Foco procurou a assessoria do cantor, mas não houve retorno até o momento.  Esta não é a primeira vez que Compadre Washington se aventura na política. Em 2012, ele tentou sem sucesso uma vaga na Câmara de Vereadores de Salvador. Campos Machado acredita que, na capital paulista, será diferente e o músico conquistará, enfim, o seu primeiro mandato. Segundo assessoria do deputado, o músico é um “forte candidato”.

Nas últimas eleições municipais, o baiano resolveu testar sua popularidade nas urnas de sua idade natal pelo PSL. Na época, disse que não iria fazer piada na sua campanha e se mostrou um admirador do Tiririca, dizendo que o palhaço fazia um bom trabalho na Câmara dos Deputados.

Mesmo executando uma campanha séria em 2012, o número escolhido pelo candidato foi 17171, que remete ao crime de estelionato do Código Penal Brasileiro, e a foto que ilustrava sua imagem na urna eletrônica era de um personagem do desenho animado South Park. Se seguir os passos de Tiririca em sua campanha, Compadre Washington poderá usar de seu mais famoso jargão: “Sabe de nada inocente”.

Em maio do ano passado, o músico se envolveu em uma polêmica. O Conselho Nacional de Auto-Regulamentação Publicitária (Conar) suspendeu uma propaganda do site de vendas Bom Negócio, na qual Compadre Washington chamava uma das personagens do comercial de “ordinária”. A suspensão ocorreu após denúncias de 50 mulheres que se sentiram desrespeitadas com o uso da expressão. “Não houve intenção alguma de ofensa a figura da mulher, uma vez que a palavra 'ordinária' se insere em um contexto de admiração”, afirmou o cantor. Esse não é um bordão novo, falo ele desde a época do Gera Samba. É um bordão antigo e os nossos fãs sempre entenderam, sem criar especulações negativas. Se não tem maldade dentro de quem fala, para mim, não há nada de errado", acrescentou à época.

Mais informações sobre PTB

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!