Romário tem dois carros avaliados em R$ 500 mil apreendidos pela Justiça

A Justiça do Rio de Janeiro apreendeu, na última terça-feira, dois carros do senador Romário (Podemos-RJ), pré-candidato a governador. Os veículos — um Audi RS6 Avant e um Peugeot Allure — estão avaliados em cerca de R$ 500 mil pela tabela Fipe.

De acordo com O Globo, os bens já estão penhorados e serão usados para quitar parte das dívidas de Romário. Em apenas um dos processos a que ele responde, o débito com um dos credores está estimado em R$ 20 milhões. Segundo o jornal, o débito é referente ao período em que o senador manteve o restaurante Café do Gol, na Barra da Tijuca, entre o fim dos anos 1990 e o início dos anos 2000. Romário ainda não se manifestou sobre o assunto.

Nenhum dos carros apreendidos está em nome do senador. O Peugeot está registrado em nome da irmã do ex-jogador, Zoraidi de Souza Faria. O Audi pertence formalmente à mãe dele, Manuela Ladislau Faria. Para a Justiça, no entanto, o pré-candidato a governador usa o expediente de ocultar o próprio patrimônio em nome de familiares para evitar o pagamento de dívidas.

Conforme O Globo, a Justiça ainda procura outros três carros usados pelo senador – um Porsche Macan e um Hyundai Elantra, ambos em nome da irmã, e um Range Rover registrado pela mãe. Esses veículos, avaliados em cerca de R$ 850 mil, também estão penhorados.

Reportagem publicada em junho pelo jornal carioca revelou que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) encontrou indícios de lavagem de dinheiro em movimentações financeiras de Romário por meio de contas em nome de sua irmã.

Veja a reportagem do Globo

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!