PT restringe eventos por covid-19 e cancela prévia em SP

O comando nacional do PT diminuiu os eventos públicos por conta da disseminação do coronavírus. Uma viagem que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva faria ao Rio Grande do Sul no próximo dia 20 de março foi cancelada. “As agendas foram restringidas”, disse  a presidente da sigla, Gleisi Hoffmann, ao Congresso em Foco.

A eleição interna para definir o candidato da legenda na cidade de São Paulo, marcada para o próximo domingo (22), foi cancelada. O partido definiu até o fim de abril como limite pada escolha do candidato, mas ainda não está decidido como será feita a definição.

> Coronavírus: prevenção, sintomas e o mapa atualizado da covid-19

Participavam do processo de prévias  os deputados  Carlos Zarattini, Paulo Teixeira e Alexandre Padilha, o vereador Eduardo Suplicy, o ex-deputado Jilmar Tatto e o professor e militante da sigla Nabil Bonduki.

Mesmo com o fim da eleição interna, o nome escolhi para concorrer pelo PT será algum desses postulantes. Tatto é apontado como favorito para concorrer pela legenda.

Sem Haddad e Marta

Gleisi Hoffmann reiterou ao site que o partido descarta lançar Fernando Haddad nas eleições municipais de São Paulo deste ano. A presidente do PT também negou que a ex-petista Marta Suplicy vai fazer parte da chapa na disputa pela prefeitura.

Aliados de Marta ainda viam a possibilidade de Haddad recuar e se lançar candidato. A expectativa era que ela fosse vice do ex-ministro neste pleito.

Este cenário está cada vez mais difícil de acontecer. Marta está sem partido desde o final de 2018 e conversa com várias siglas como PDT, PSB, Rede, Solidariedade e PT, mas não fechou filiação com nenhuma delas ainda.

As opções de partido estão menores com o passar do tempo. A Rede resiste a receber Marta pela reaproximação dela com o PT. PDT e PSB já anunciaram apoio a candidatura de Márcio França (PSB) na semana passada.

Para atender a justiça eleitoral e estar apta a ser candidata em 2020, a ex-prefeita de São Paulo precisa se filiar a um partido até abril.

> Rede desiste de convite a Marta após insistência em aliança com PT

>Sem partido há um ano, Marta Suplicy diz que conversa com PT, PDT e PSB

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!