Polícia Federal prende suspeito de ataque hacker ao TSE em Portugal

A Polícia Federal (PF) prendeu nesta sábado (28) o suspeito de envolvimento no ataque hacker do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que divulgou dados do TSE  no dia do primeiro turno das eleições municipais.

A prisão foi feita em Portugal e contou com apoio da polícia local. Três mandados de busca e apreensão e três medidas cautelares também estão sendo cumpridas em São Paulo e Minas Gerais.

A operação foi chamada de "Exploit". Os crimes apurados no inquérito policial são os de invasão de dispositivo informático e de associação criminosa. Os dois são previstos no Código Penal, além de outros previstos no Código Eleitoral e na Lei das Eleições (9.504/97).

> Com dinheiro na cueca, irmão e secretários de prefeito candidato à reeleição são presos

Continuar lendo