Pesquisa CNT/MDA confirma segundo turno entre Bolsonaro e Haddad

Pesquisa CNT/MDA, divulgada hoje (6) pela Confederação Nacional dos Transportes, mostra Jair Bolsonaro (PSL) com 36,7% das intenções de voto e Fernando Haddad com 24%. Em terceiro lugar vem Ciro Gomes (PDT), com 9,9%, e Geraldo Alckmin (PSDB), com 5,8%.

Veja o resultado da pesquisa:

1º turno: intenção de voto estimulada (quando os candidatos são apresentado ao entrevistado):

Jair Bolsonaro: 36,7%
Fernando Haddad: 24,0%
Ciro Gomes: 9,9%
Geraldo Alckmin: 5,8%
João Amoêdo: 2,3%
Marina Silva: 2,2%
Alvaro Dias: 1,7%
Henrique Meirelles: 1,6%
Cabo Daciolo: 1,3%
Guilherme Boulos: 0,3%
João Goulart Filho: 0,1%
Vera: 0,1%
José Maria Eymael: 0,1%
Branco/Nulo: 7,8%
Indecisos: 6,0%

Nas simulações de segundo turno, Bolsonaro ganha de Haddad, com 45% a 38%, e de Geraldo Alckmin, com 43% versus 33%. Já Ciro Gomes empata com o militar, que fica com 41,9% contra 41,2% do pedetista.

Veja as simulações de segundo turno:

CENÁRIO 1: Jair Bolsonaro 41,9%, Ciro Gomes 41,2%, Branco/Nulo: 13,8%, Indecisos: 3,1%.
CENÁRIO 2: Jair Bolsonaro 45,2%, Fernando Haddad 38,7%, Branco/Nulo: 13,0%, Indecisos: 3,1%.
CENÁRIO 3: Jair Bolsonaro 43,3%, Geraldo Alckmin 33,5%, Branco/Nulo: 20,0%, Indecisos: 3,2%.
CENÁRIO 4: Ciro Gomes 40,9%, Fernando Haddad 31,1%, Branco/Nulo: 23,8%, Indecisos: 4,2%.
CENÁRIO 5: Ciro Gomes 46,1%, Geraldo Alckmin 24,4%, Branco/Nulo: 25,1%, Indecisos: 4,4%.
CENÁRIO 6: Fernando Haddad 37,0%, Geraldo Alckmin 34,3%, Branco/Nulo: 24,7%, Indecisos: 4,0%.

Já nos votos válidos, aqueles que excluem os votos brancos e nulos e os indecisos, Bolsonaro chega a 42,6% e Haddad aparece com 27,8%. Para ganhar em primeiro turno, o candidato precisa alcançar metade dos votos válidos mais um.

Para 90% dos eleitores de Bolsonaro e Haddad, o voto está definido. Já para os eleitores de Ciro Gomes, 66% tem certeza do voto e para Geraldo Alckmin, 67%.

Segundo análise da CNT/MDA, Jair Bolsonaro confirma a tendência de crescimento na reta final, liderando os cenários de primeiro turno e ultrapassando Fernando Haddad no segundo. A rejeição do petista, agora, é a maior de todos os candidatos.

A pesquisa foi realizada entre os dias 4 e 5 de outubro de 2018. Foram ouvidas 2.002 pessoas, em 137 municípios. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!