Local de votação de Bolsonaro tem segurança reforçada no segundo turno

A Justiça Eleitoral reforçou a segurança na Escola Municipal Rosa da Fonseca, na Vila Militar, local de votação do candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL) vota. Além dos policiais federais e militares que já trabalharam no local no primeiro turno, a segurança foi reforçada com mais 20 militares do 11º Batalhão de Polícia do Exército, que estarão na entrada da escola. Bolsonaro enfrenta o candidato do PT, Fernando Haddad, neste segundo turno.

Ces farejadores da Polícia Federal também vasculharam o interior da escola e grades foram colocadas na entrada do local, para separar jornalistas e curiosos do candidato. No primeiro turno, Bolsonaro só conseguiu entrar na escola com a ajuda de um cordão de isolamento humano feito por agentes de segurança.

Também diferentemente do primeiro turno, quando todos profissionais de imprensa credenciados tiveram acesso ao interior do local de votação, desta vez apenas 30 cinegrafistas e fotógrafos foram selecionados pela Justiça Eleitoral por meio de sorteio.

Com informações da Agência Brasil

Confira quem apoia Haddad ou Bolsonaro e quem não quer nenhum dos dois

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!