Líder da Igreja Internacional da Graça de Deus declara apoio a Bolsonaro

O pastor Romildo Ribeiro Soares, mais conhecido como R. R. Soares, líder da Igreja Internacional da Graça de Deus, declarou apoio ao candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, em vídeo divulgado nas redes sociais nesta sexta (5).

R. R. Soares diz que tomou sua decisão ao examinar os projetos dos candidatos. O pastor afirma que as propostas de Bolsonaro são as melhores e destaca a questão da “ideologia de gênero”.

“Estão tentando convencer meninos [de] que podem ser meninas, ou meninas [de] que podem ser meninos. Isso é uma loucura”, diz o líder religioso. Assista ao vídeo:

Na semana passada, outro líder religioso declarou seu apoio ao militar da reserva. O bispo Edir Macedo, um dos fundadores da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da TV Record, manifestou em sua página no Facebook, em 29 de setembro, ao responder um seguidor, o seu apoio a Bolsonaro.

Na última quinta-feira (4), a Record, emissora ligada à Igreja Universal do Reino de Deus, cedeu espaço a uma entrevista exclusiva com o candidato do PSL, enquanto os outros principais candidatos participavam do último debate entre presidenciáveis antes do primeiro turno das eleições, na TV Globo.

Além de Edir Macedo e R. R. Soares, o líder da Assembleia de Deus, Silas Malafaia, está entre os apoiadores do capitão reformado. E a Frente Parlamentar Evangélica, na última quinta (4), oficializou por meio de carta o apoio à candidatura de Bolsonaro. A bancada evangélica é composta por 199 deputados.

Segundo o último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2010, os evangélicos somavam 22,2% dos brasileiros, o que corresponde a mais de 40 milhões de pessoas.

Na pesquisa Datafolha divulgada na última quinta (4), 31% dos entrevistados declararam ser evangélicos. Desse total, 37% responderam que votarão em Bolsonaro para presidente.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!