Ibope RJ: Paes, 33%; Crivella, 15%; Martha, 14%; Benedita, 9%

Pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (9) mostra o ex-prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM) na liderança para a prefeitura da capital fluminense. Já o atual prefeito, Marcelo Crivella (Republicanos), que vem recebendo apoio público de Jair Bolsonaro, aparece em segundo lugar, seguido pela Delegada Martha Rocha (PDT).

Confira os indicadores:

Eduardo Paes (DEM): 33%
Marcelo Crivella (Republicanos): 15%
Delegada Martha Rocha (PDT): 14%
Benedita da Silva (PT): 9%
Luiz Lima (PSL): 4%
Renata Souza (PSOL): 3%
Bandeira de Mello (Rede): 2%
Fred Luz (Novo): 1%
Paulo Messina (MDB): 1%
Clarissa Garotinho (Pros): 1%
Cyro Garcia (PSTU): 0%
Glória Heloiza (PSC): 0%
Henrique Simonard (PCO): 0%
Suêd Haidar (PMB): 0%
Nenhum/branco/nulo: 12%
Não sabe/Não respondeu: 4%

Rejeição
A pesquisa também aponta em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum:

Crivella: 58%
Clarissa Garotinho: 31%
Benedita da Silva: 28%
Eduardo Paes: 28%
Cyro Garcia: 13%
Martha Rocha: 11%
Luiz Lima: 11%
Paulo Messina: 10%
Renata Souza: 8%
Fred Luz: 8%
Bandeira de Mello: 8%
Glória Heloiza: 8%
Suêd Haidar: 8%
Henrique Simonard: 7%
Não sabe/não respondeu: 5%
Poderia votar em todos: 1%
Os entrevistados podiam apontar mais de uma resposta, por isso a soma dos fatores apontados é de mais de 100%.

Espontânea
O levantamento mede ainda a intenção de votos de forma espontânea, quando o eleitor diz em quem vai votar sem ter os nomes dos candidatos apresentados:

Eduardo Paes: 25%
Crivella: 10%
Martha Rocha: 9%
Benedita da Silva: 4%
Luiz Lima: 2%
Renata Souza: 2%
Bandeira de Mello: 1%
Fred Luz: 1%
Paulo Messina: 1%
Clarissa Garotinho: 0%
Suêd Haidar: 0%
Cyro Garcia: 0%
Outros: 1%
Branco/nulo: 21%
Não sabe/não respondeu: 24%
Henrique Simonard e Glória Heloiza não foram citados.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e tem margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram ouvidos 1.204 eleitores da cidade do Rio de Janeiro entre 7 e 9 de novembro. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.

> Crivella ainda não sentiu o efeito Bolsonaro na campanha

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!