Ibope: Bolsonaro estaciona na liderança; Haddad segue avançando

Em nova pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (24), o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, continua líder com 28% das intenções de voto, sem apresentar crescimento em relação à última pesquisa, quando teve a mesma pontuação.

O candidato do PT, Fernando Haddad, aproxima-se de Bolsonaro com 22%, uma diferença de 3 pontos percentuais em relação ao levantamento anterior, de 18 de setembro, quando teve 19%.

Em terceiro lugar, Ciro Gomes (PDT) estaciona em 11% e está tecnicamente empatado com o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, que pontuou 8%, contra 7% na semana passada. Marina confirma trajetória de queda, oscilando um ponto percentual para baixo e marcando 5% das intenções de voto.

O percentual de entrevistados que votariam branco ou anulariam o voto era 14% na semana passada e foi a 12% na pesquisa divulgada hoje. Os que não souberam ou não responderam eram 7% no levantamento anterior e foram a 6%.

A pesquisa Ibope foi contratada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S.Paulo" e entrevistou 2.506 eleitores em 178 cidades nos dias 22 e 23 de setembro. O nível de confiança é de 95% para uma margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob o nº BR-06630/2018.

Leia abaixo os resultados completos:

Jair Bolsonaro (PSL): 28%

Fernando Haddad (PT): 22%

Ciro Gomes (PDT): 11%

Geraldo Alckmin (PSDB): 8%

Marina Silva (Rede): 5%

João Amoêdo (Novo): 3%

Alvaro Dias (Podemos): 2%

Henrique Meirelles (MDB): 2%

Guilherme Boulos (Psol): 1%

Cabo Daciolo (Patriota): 0%

Eymael (DC): 0%

João Goulart Filho (PPL): 0%

Vera (PSTU): 0%

Brancos e nulos: 12%

Não souberam ou não quiseram responder: 6%

Simulações de segundo turno

Nos quatro cenários de segundo turno testados pelo Ibope, Bolsonaro empata apenas com Marina e perde dos demais.

Contra Haddad, o candidato do PSL marcou 37% e perderia para o petista, que teve 43%. Neste cenário, brancos e nulos são 15% e os que não souberam ou não quiseram responder somam 4%.

No cenário em que Bolsonaro enfrenta Ciro, o pedetista venceria com 46% contra 35% do capitão da reserva. Brancos e nulos somam 15%; não souberam ou não responderam são 4% dos eleitores.

O deputado também perderia se disputasse o segundo turno com Geraldo Alckmin, pontuando 36% contra 41% do tucano. Brancos e nulos são 20%; não souberam ou não responderam pontuam 4%.

Em uma disputa de segundo turno contra Marina Silva, o candidato do PSL empataria com 39% das intenções de voto. Brancos e nulos somam 19% neste cenário, enquanto os que não souberam ou não responderam marcam 4%.

Rejeição

O Ibope também pesquisou a rejeição dos candidatos à Presidência, ou seja, quando o eleitor responde em quem não votaria de jeito nenhum.

O mais rejeitado continua sendo Bolsonaro, que aumentou de 42% para 46%. Atrás do deputado vem Haddad, com 30% de rejeição. Marina Silva é a terceira mais rejeitada, com 25%, e 20% dos entrevistados não votariam de jeito nenhum em Alckmin. Já o candidato do PDT, Ciro Gomes, é rejeitado por 18% dos eleitores.

Leia abaixo a rejeição de todos os nomes testados:

Jair Bolsonaro (PSL): 46%

Fernando Haddad (PT): 30%

Marina Silva (Rede): 25%

Geraldo Alckmin (PSDB): 20%

Ciro Gomes (PDT): 18%

Henrique Meirelles (MDB): 11%

Cabo Daciolo (Patriota): 11%

Eymael (DC): 11%

Guilherme Boulos (Psol): 11%

Vera (PSTU): 10%

Alvaro Dias (Podemos): 9%

João Amoêdo (Novo): 9%

João Goulart Filho (PPL): 9%

Poderia votar em todos: 2%

Não sabe/não respondeu: 7%

Haddad sai de 8% para 19% e se isola em segundo no Ibope. Bolsonaro vai a 28%

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!