Haddad diz estranhar comportamento da Justiça em relação a Lula. Veja vídeo

Pouco antes de ser ungido oficialmente como candidato do PT à Presidência da República, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad foi um dos candidatos que participaram do Encontro com Presidenciáveis, série de entrevistas com candidatos à Presidência da República promovida pelo Congresso em Foco em parceria com o canal MyNews.

Entre outros temas polêmicos abordados, Haddad disse estranhar o comportamento da Justiça em relação a Lula. Ele alega que as decisões são sempre desfavoráveis ao ex-presidente.

“São muito eloquentes os argumentos que estamos levando. Não é coisa de somenos importância, caso contrário não conseguiríamos liminar da ONU endereçada às autoridades brasileiras”, afirmou. Há cerca de um mês, o Comitê de Defesa dos Direitos Humanos da ONU recomendou que o Brasil assegurasse os direitos políticos de Lula, mas o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) entendeu que o país não era obrigado a seguir a posição do colegiado.

Haddad concedeu a entrevista a este site em 6 de setembro – coincidentemente, o dia do atentado a faca contra Jair Bolsonaro (PSL). Então candidato a vice na chapa do PT e, àquela altura, relativamente desconhecido do eleitorado nacional, o petista admitiu que  era “arriscada” a estratégia do partido em confirmá-lo apenas no limite temporal legal, após negados os recursos de Lula. Haddad só foi oficializado no dia 11 de setembro, último dia do prazo imposto pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a substituição de Lula.

Veja a íntegra da entrevista:

 

Principais pontos

Os entrevistadores do Congresso em Foco e do MyNews questionaram Haddad sobre os erros do governo de Dilma Rousseff, especialmente na área econômica, sobre o desconhecimento de seu nome, a desconfiança do eleitorado e o apoio a políticos do MBD que apoiaram o impeachment de Dilma Rousseff – hoje, a petista lidera intenções de voto para o Senado.

Haddad ainda criticar diretamente Dilma e preferiu focar na especulação do mercado, na “falta de zelo fiscal” e nas chamadas pautas-bomba que foram aprovadas pelo Congresso no início do segundo mandato da petista.

Ele avaliou, entretanto, que a partir de 2013 o orçamento público foi sobrecarregado com despesas que considera desnecessárias, como desonerações da folha de pagamento de alguns setores.

O ex-prefeito paulistano ainda comentou o apoio a candidaturas de figuras-chave do impeachment de 2016. Ele confirmou apoiar a reeleição do governador Renan Filho (MDB), em Alagoas, filho do senador Renan Calheiros (MDB-AL), um dos fiadores do impeachment no Congresso.

“Muita gente está revendo seu posicionamento”, disse o petista.

Haddad também evitou responder sobre a repetição de uma eventual aliança com o MDB no Congresso. Segundo ele, é preciso conversar com o Parlamento que for eleito, pois isso faz parte do jogo democrático.

Parceria de ponta

Primeiro veículo digital brasileiro especializado na cobertura jornalística do Congresso Nacional, o Congresso em Foco tem audiência concentrada em tomadores de decisões e formadores de opinião. No pico, chegou a atingir 700 mil visitas/dia. Possui cerca de 500 mil seguidores nas redes sociais. Sempre tendo como escopo o monitoramento do poder e como valor máximo a defesa da democracia, também produz uma revista, em versão impressa e digital; realiza diversos eventos; e faz uma pesquisa trimestral sobre as percepções e os insights dos principais líderes do Parlamento (Painel do Poder).

Já o MyNews é um dos primeiros canais de notícias nascidos no YouTube. Sua missão é fazer jornalismo independente e sem viés. Conta com um time premiado de jornalistas e atingiu rápida credibilidade em razão da sua vocação para informar sem filtro, fomentar o debate e ajudar a formar opiniões sobre as principais preocupações e necessidades da sociedade. O canal tem um jornal diário focado em economia e política, além de três programas semanais. Com poucos meses no ar, alcançou mais de 2 milhões de visualizações, acumula 21 milhões de minutos exibidos, 80 mil inscritos e mais de 100 mil seguidores nas redes sociais.

 

Haddad aparece isolado em segundo e polariza com Bolsonaro, diz CNT/MDA

Tudo o que você sempre quis saber sobre Bolsonaro, mas tinha medo de perguntar

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!