Haddad sai de 8% para 19% e se isola em segundo no Ibope. Bolsonaro vai a 28%

Pesquisa Ibope sobre a corrida presidencial divulgada nesta terça-feira (18) confirmou a tendência de crescimento do candidato do PT, Fernando Haddad, que saiu de 8% para 19% em relação ao levantamento anterior – uma variação positiva de 11% em uma semana. Ainda na liderança, Jair Bolsonaro (PSL) oscilou de 26% para 28%, dentro da margem de erro (2%).

Confira o resultado:

- Jair Bolsonaro (PSL): 28%
- Fernando Haddad (PT): 19%
- Ciro Gomes (PDT): 11%
- Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
- Marina Silva (Rede): 6%
- Alvaro Dias (Podemos): 2%
- João Amoêdo (Novo): 2%
- Henrique Meirelles (MDB): 2%
- Cabo Daciolo (Patriota): 1%
- Vera (PSTU): 0%
- Guilherme Boulos (Psol): 0%
- João Goulart Filho (PPL): 0%
- Eymael (DC): 0%

Também chama a atenção o fato de que Ciro, que havia crescido e figurava em segundo lugar na pesquisa anterior, estabilizou-se em 11%. Já Marina Silva, que tinha 9% das intenções de voto, agora tem 6% e caiu da terceira para a quinta colocação, ultrapassada por Geraldo Alckmin (PSDB), que oscilou dois pontos percentuais para cima, e Haddad – antes na quarta e quinta posições, respectivamente.

O Ibope ouviu 2.506 eleitores, entre 16 e 18 de setembro, em 177 municípios. Encomendado pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo, o levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (BR-09678/2018). A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%.

Há uma semana

O levantamento anterior, divulgado pelo Ibope há uma semana (11 de setembro), mostrava a ampliação da vantagem de Bolsonaro sobre seus adversários, na comparação com levantamento feito pelo instituto entre os dias 1º e 3 deste mês. O avanço de Haddad também já era visível na pesquisa de uma semana atrás.

O ex-capitão do Exército aparecia com 26% (quatro pontos a mais), e Ciro Gomes (PDT), então segundo colocado, com 11%. Naquele levantamento, o pedetista estava em empate técnico com outros três candidatos: Marina Silva (Rede) e Geraldo Alckmin (PSDB), com 9%, e Fernando Haddad (PT), com 8%.

Veja as intenções de votos alcançadas pelos 13 candidatos em 11 de setembro, segundo o Ibope:

- Jair Bolsonaro (PSL): 26%
- Ciro Gomes (PDT): 11%
- Marina Silva (Rede): 9%
- Geraldo Alckmin (PSDB): 9%
- Fernando Haddad (PT): 8%
- Alvaro Dias (Podemos): 3%
- João Amoêdo (Novo): 3%
- Henrique Meirelles (MDB): 3%
- Vera (PSTU): 1%
- Cabo Daciolo (Patriota): 1%
- Guilherme Boulos (Psol): 0%
- João Goulart Filho (PPL): 0%
- Eymael (DC): 0%

Segundo turno

Como é praxe, a pesquisa Ibope exibe simulações de segundo turno. É a primeira vez em que Bolsonaro e Haddd empatam numericamente, ambos com 40% das preferências. E também a primeira vez em que Bolsonaro aparece à frente de Marina.

Confira:

Haddad 40% x 40% Bolsonaro
Brancos/nulos: 15%
Não sabe/não respondeu: 5%

Ciro 40% x 39% Bolsonaro
Brancos/nulos: 15%
Não sabe/não respondeu: 6%

Bolsonaro 41% x 36% Marina
Brancos/nulos: 18%
Não sabe/não respondeu: 5%

Alckmin 38% x 38% Bolsonaro
Brancos/nulos: 18%
Não sabe/não respondeu: 6%

Rejeição

Bolsonaro continua a liderar o ranking de rejeição. Veja os números:

Jair Bolsonaro: 42% (41% no levantamento anterior)
Fernando Haddad: 29% (23%)
Marina Silva: 26% (24%)
Geraldo Alckmin: 20% (19%)
Ciro Gomes: 19% (17%)
Henrique Meirelles: 12'% (11%)
Cabo Daciolo: 11% (11%)
Eymael: 11% (11%)
Guilherme Boulos: 10% (11%)
Alvaro Dias: 10% (9%)
Vera Lúcia: 9% (11%)
João Amoêdo: 9% (10%)
João Goulart Filho: 8% (8%)
Poderia votar em todos: 2% (2%)
Não sabe/não respondeu: 9% (11%)

 

Ibope traz Bolsonaro com 26% e empate entre Ciro, Marina, Alckmin e Haddad

Ataque a Bolsonaro não se refletiu em intenção de voto, mostra Datafolha

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!