Datafolha mostra Bolsonaro com 28%; Haddad, 16%; e Ciro, 13%

Pesquisa Datafolha divulgada na madrugada desta quinta-feira (20) aponta cenário menos polarizado na corrida presidencial em relação a outros levantamentos publicados nesta semana. De acordo com o instituto, Jair Bolsonaro (PSL) oscilou dois pontos para cima e tem 28% das intenções de voto.

Fernando Haddad (PT), que aparece isolado na segunda colocação nas pesquisas CNT/MDA e Ibope, continua em empate técnico com Ciro Gomes (PDT). O petista tem 16% das preferências, já o pedetista, 13%. Os dois estão empatados dentro da margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Segundo o Datafolha, Haddad cresceu três pontos desde que foi confirmado, na semana passada, como o novo candidato do PT a presidente. No Ibope divulgado na terça-feira, Bolsonaro aparece com os mesmos 28% e Haddad, com 19%. Ciro tem 11%.

O candidato do PSL também desponta com 28,2% das preferências na pesquisa CNT/MDA. Nela, Haddad está isolado em segundo lugar com 17,6% das intenções de voto, seguido por Ciro, com 10,8%.

Atrás

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), que tem quase metade do tempo de TV, está estagnado na pesquisa, com 9%. Ele está tecnicamente empatado com Marina Silva (Rede), que agora soma 7% das preferências, menos da metade do que tinha no início da campanha.

O Datafolha entrevistou 8.601 eleitores de 323 municípios na terça e na quarta (19). O levantamento foi contratado pela Folha e pela TV Globo. A pesquisa está registrada no TSE (BR-06919/2018).

Veja os números da pesquisa estimulada, aquela em que é apresentado o nome do candidato ao entrevistado:

Jair Bolsonaro (PSL): 28%

Fernando Haddad (PT): 16%

Ciro Gomes (PDT): 13%

Geraldo Alckmin (PSDB): 9%

Marina Silva (Rede): 7%

João Amoêdo (Novo): 3%

Alvaro Dias (Podemos): 3%

Henrique Meirelles (MDB): 2%

Vera Lúcia (PSTU): 1%

Guilherme Boulos (Psol): 1%

Cabo Daciolo (Patriota): 0%

João Goulart Filho (PPL): 0%

Eymael (DC): 0%

Branco/nulos: 12%

Não sabe/não respondeu: 5%

Segundo turno

O Datafolha também fez simulações de segundo turno. Ciro aparece como o único que venceria todos os confrontos. Bolsonaro e Haddad figuram com 41% cada no confronto direto. Veja os cenários:

Bolsonaro 42% x 41% Marina (branco/nulo: 16%; não sabe: 2%)

Ciro 41% x 34% Alckmin (branco/nulo: 22%; não sabe: 2%)

Alckmin 40% x 39% Bolsonaro (branco/nulo: 19%; não sabe: 2%)

Alckmin 39% x 36% Marina (branco/nulo: 23%; não sabe: 2%)

Ciro 45% x 39% Bolsonaro (branco/nulo: 14%; não sabe: 2%)

Alckmin 39% x 35% Haddad (branco/nulo: 24%; não sabe: 3%)

Haddad 41% x 41% Bolsonaro (branco/nulo: 15%; não sabe: 2%)

Ciro 45% x 31% Marina (branco/nulo: 22%; não sabe: 2%)

Marina 37% x 37% Haddad (branco/nulo: 24%; não sabe: 2%)

Ciro 42% x 31% Haddad (branco/nulo: 25%; não sabe: 3%)

Crescimento

Segundo o Datafolha, Bolsonaro cresceu no Sudeste, Norte e Sul, onde atingiu sua melhor marca (37%), e ganhou pontos entre jovens e até entre mulheres, apesar da grande rejeição no segmento.

Haddad cresceu no Sudeste e no Nordeste, onde alcança a melhor pontuação (26%) e única região em que está à frente de Bolsonaro.

A rejeição ao candidato do PSL continua alta, e a de Haddad cresceu. De acordo com o levantamento, 43% dos eleitores dizem que não votariam de jeito nenhum no deputado e 29% rejeitam o petista. Os eleitores de Bolsonaro e Haddad são os mais convictos. Apenas um de cada quatro apoiadores dos candidatos admite escolher outro nome.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!