Crivella pede desculpas a Doria e governador de SP diz que ele “se apequena”

Prefeito do Rio de Janeiro e candidato à reeleição, Marcelo Crivella (Republicanos-RJ) pediu desculpas ao governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), após xingá-lo de "vagabundo" e usar o termo homofóbico "viado" contra Dória.

A fala aconteceu em uma reunião com apoiadores de Crivella na noite de ontem (18), no Rio. O encontro estava sendo gravado,  o vídeo foi  divulgado pelo presidente do Império Serrano, Sandro Avelar. Sandro é apoiador de Eduardo Paes (DEM-RJ), adversário político de Crivella na disputa pela prefeitura do Rio no segundo turno.

No vídeo, após uma espectadora criticar organizações sociais que atuam na área da Saúde, Crivella responde: "Eu entrei na Justiça contra esses vagabundos. Tinha dinheiro pra pagar aos funcionários, eles pegaram e pagaram fornecedor, que tinha que pagar dia 10 de dezembro. E faltou dinheiro. Todas essas OSSs [ Organizações Sociais da Saúde]... Sabe de quem é essa OSS de São Paulo? É do Doria. Viado! Vagabundo!".

No pedido de desculpas, Marcelo Crivella disse que a fala  foi "em um momento de revolta".

Sobre os xingamentos, João Doria afirmou no twitter  que Marcello Crivella "se apequena e lamentavelmente encerra seu ciclo de forma melancólica."


> Após sucesso em 2018, desempenho do Novo frustra Amoêdo, que cobra reflexão
> PSDB se recuperou do “tropeço” de 2018, diz presidente do partido

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!