“Coronel oportunista, ressentido e covarde”, diz Gleisi após ser chamada de chefe de quadrilha por Ciro

A presidente do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), chamou o ex-candidato presidencial Ciro Gomes (PDT) de "coronel oportunista ressentido e covarde" em sua conta no Twitter. Disse ainda que ele quer se apresentar como "solução" para as próximas eleições. A fala aconteceu em resposta a uma entrevista concedida pelo pedetista ao jornal Valor Econômico, na qual ele afirma que a petista é "chefe de quadrilha".

"Ciro Gomes é um coronel oportunista ressentido e covarde. Qdo [quando] a conjuntura exigia sua presença, fugiu p/ [para] Paris. Está à espreita de crises p/ [para] se apresentar como salvador da burguesia e sistema financeiro.Por isso ataca Lula, PT, nossas lideranças. Quer se apresentar como 'solução'.", escreveu Gleisi.

A petista se referiu à falta de apoio de Ciro Gomes à Fernando Haddad no segundo turno da eleição do ano passado, quando o candidato do PT concorreu com Jair Bolsonaro. O pedetista, ao não seguir na disputa presidencial, viajou para a Europa e se recusou a fazer campanha para Haddad, não manifestando sequer apoio público a ele.

Ao Valor, na entrevista publicada na edição de terça (12), Ciro afirmou ter sido "atropelado pelas costas por essa canalha da cúpula do PT". "E fui agredido, caluniado, atropelado . Isso é formação de quadrilha, organização criminosa, a cúpula, não a militância".

Ciro diz que foi “miseravelmente traído” por Lula e seus asseclas: “O PT elegeu Bolsonaro”

O jornal perguntou: "O senhor diz que Gleisi pertence a uma quadrilha?". "Sim, não tenho dúvida. Ela é a chefe. Ela e o marido estão enrolados em tudo. Se quiserem me processar, já estou acostumado. Estou falando a verdade. Não vale me processar por dano moral. Me processe por calúnia que tenho direito a demonstrar. É só tirar certidões das acusações do Ministério Público. Quantos tesoureiros o PT tem? Estão todos presos. Lula apoiou Sérgio Cabral até o gogó. Quem nomeou Michel Temer vice, contra minha opinião?", respondeu Ciro.

 

Em balanço pós-eleições, PT confirma Haddad como nova liderança e organiza militância

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!