Carlos e Rogéria Bolsonaro já receberam R$ 122 mil do fundo eleitoral

Uma das críticas mais frequentes do bolsonarismo à política tradicional é o uso do fundo eleitoral para o financiamento de campanhas políticas. A despeito das críticas, os dois membros da família Bolsonaro que disputam as eleições municipais deste ano receberam, juntos, R$ 122.125,00 do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, o fundão eleitoral. 

Carlos Bolsonaro, que busca a reeleição como vereador do Rio de Janeiro, recebeu R$ 22,1 da campanha do candidato Marcelo Crivella. A origem do dinheiro, segundo dados declarados ao TSE, é o fundo eleitoral. A doação não foi feita em dinheiro, mas em material de campanha. Foram R$ 20.325 em adesivos e R$ 1,8 mil em cartões. A doação da campanha de Crivella é o maior valor doado a Carlos Bolsonaro e representa, até agora, 49% do total arrecadado pelo filho do presidente, que também recebeu uma doação de R$ 11 mil do pai. 

Detalhamento da doação de Marcelo Crivella a Carlos Bolsonaro

Já Rogéria Bolsonaro, ex-esposa do presidente e mãe de Carlos, Eduardo e Flávio, recebeu uma doação financeira de R$ 100 mil da direção nacional do seu partido, o Republicanos. O dinheiro, que também saiu do fundo eleitoral, representa 100% dos recursos que a campanha arrecadou até agora. 

Detalhamento da doação do Republicanos a Rogéria Bolsonaro

No começo de outubro, o Congresso em Foco mostrou que Rogéria Bolsonaro não declarou à Justiça Eleitoral um apartamento de sua propriedade localizado em Brasília. 

> Exclusivo: bancada evangélica é fiel a Bolsonaro em 89% das votações

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!