Carlos Bolsonaro diz que não vai desistir de se reeleger vereador

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) negou na noite de sexta-feira (18) que vai desistir de concorrer a reeleição para uma vaga na Câmara Municipal do Rio de Janeiro neste ano. Ele também negou que vai se mudar do Rio de  Janeiro para Brasília.

 

No dia 9 de julho, o vereador indicou que sairia dos holofotes e afirmou que "aos poucos" ia se retirando do que "sempre defendeu". O terceiro filho do presidente Jair Bolsonaro é conhecido por causar atritos, inclusive com membros do governo. Ele foi um dos principais responsáveis por  demissões como a do general Santos Cruz da Secretaria de Governo e de Gustavo Bebianno da Secretaria Geral.

> Ex-assessor de Carlos Bolsonaro é nomeado presidente da Funarte

A mensagem escrita pelo filho do presidente acontece em meio ao avanço do Poder Judiciário em investigação de disseminação de notícias falsas promovidas por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Carlos é um dos principais responsáveis pela estratégia de comunicação do pai, a quem ele já agradeceu mais uma vez pela vitória nas eleições presidenciais de 2018.

Reportagem da revista Crusoé publicada na sexta-feira (17) afirma que Rogério Bolsonaro, mãe de Carlos e ex-mulher de Jair Bolsonaro, comprou um apartamento em Brasília para o filho. A reportagem também disse que o vereador não ia tentar a reeleição neste ano e que se mudaria para capital federal para ficar mais perto do pai.

Carlos era filiado ao PSC até o início deste ano. O partido é o mesmo do governador Wilson Witzel (PSC-RJ), ex-aliado do presidente a agora rival. Nas vésperas do prazo para poder concorrer nas eleições municipais, Carlos , o senador Flávio Bolsonaro e a mãe dos dois se filiaram ao Republicanos (ex-PRB), partido do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella.

> Carlos Bolsonaro perde foro privilegiado e terá ações julgadas em primeira instância

 

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!