Caetano responde carta de Temer: “Será que vão dar um golpe contra mim?”. Veja vídeo

O cantor e compositor Caetano Veloso respondeu em vídeo (veja abaixo) o presidente Michel Temer, que lhe enviou um texto com ataques a Ciro Gomes (PDT), o candidato presidencial apoiado pelo artista. Temer chamou Ciro de “pigmeu político”.

Veja o vídeo:

"A última pessoa para quem o Temer escreveu uma carta foi a Dilma, a turma dele deu um golpe contra ela. Será que eles vão dar um golpe contra mim? Mas é que eu sou difícil de destituir", diz Caetano, aos risos. O cantor faz referência à carta intitulada “Verba volant, script manent”, vazada à imprensa em 2015, na qual o então vice-presidente Michel Temer faz uma série de reclamações à presidente Dilma. O texto marcou o rompimento público entre os dois.

Em entrevista ao Globo, Caetano havia ressaltado as diferenças que enxerga entre Ciro, seu candidato, e Temer: "Ciro é explosivo, Temer é dissimulado. Ciro busca união, Temer busca conchavos. Ciro pensa no país, Temer pensa em si. Ciro é nosso contemporâneo, Temer é assombração do passado. Ciro tem vitalidade, Temer é um morto-vivo. Ciro fala com coragem, Temer cala com astúcia. Ciro é o oposto de Temer”.

Na carta a Caetano, antes de atacar Ciro, Temer diz que "nunca fugiu de embates" e que "em política, não há conchavos na prática do presidente, mas articulação".

"Michel Temer nunca fugiu de embates, seja como secretário de Segurança Pública, onde dialogou com grevistas, estudantes e policiais em greves ou manifestações – sempre de peito aberto e ouvido atento às reivindicações. Ou debateu publicamente com outros políticos muito temidos, admirados ou respeitados em Brasília. Basta procurar em jornais do passado. No presente, os atores são menores: há ações nos tribunais contra Ciro Gomes, a quem o presidente classificou de pigmeu político", diz o texto assinado pela assessoria do presidente.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!