Bebianno diz que disputar Prefeitura do RJ pode ser ‘desafio interessante’

Lauriberto Pompeu

O ex-ministro da Secretaria Geral, Gustavo Bebianno, classificou nesta quinta-feira (25) como “desafio interessante”  a possibilidade de participar das eleições municipais do Rio de Janeiro em 2020.

“A coisa está acontecendo por gravidade. Nunca mexi um dedo para esse fim. As pessoas começaram a falar, incentivar, e os convites surgiram. Como sou carioca e amo a minha cidade, poderá ser um desafio bem interessante. Vamos ver”, afirmou ao Congresso em Foco.

Bebianno foi presidente do partido de Jair Bolsonaro, o PSL, durante as eleições de 2018, mas se desfiliou da sigla em junho.

O ex-ministro disse que recebeu convite de três siglas, mas não especificou quais. De acordo com ele, ainda não há definição sobre qual será sua futura legenda.

Ele foi o primeiro ministro demitido pelo governo Bolsonaro. Acusado de participar de um esquema de candidaturas laranja, saiu do governo após desavenças com o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente.

> Bolsonaro se confunde e chama presidente do BNDES de Gustavo Bebianno
> Bolsonaro vai se reunir com presidente do PSL para definir compliance

Gustavo BebiannoJair Bolsonaroprefeitura do Rio de JaneiroPSL