Anastasia lidera disputa em Minas Gerais, seguido por Pimentel

O senador Antonio Anastasia (PSDB) tem 24% das intenções de voto na corrida pelo governo de Minas Gerais e é líder isolado, segundo pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (29).

Em seguida, o atual governador, candidato à reeleição, Fernando Pimentel (PT), aparece com 14% da preferência do eleitorado. Atrás dele estão os outros candidatos, embolados na margem de erro, com pontuação de 1% a 3%.

João Batista (Rede) e Romeu Zema (Novo) tem 3% das intenções de voto. Dirlene Marques (Psol) tem 2%, e os candidatos Alexandre Flach (PCO) e Adalclever (MDB), apenas 1% cada. Brancos e nulos somaram 32%, e 19% dos eleitores não sabem.

É a primeira pesquisa Ibope de intenção de voto para o governo de Minas Gerais desde a oficialização das candidaturas. O levantamento foi realizado de 24 a 26 de agosto e entrevistou 1.024 pessoas de 76 cidades do Estado.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e tem uma margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Está registrada no TRE sob o nº MG-07647/2018 e no TSE sob o nº BR-01237/2018.

Pesquisa espontânea

Na modalidade em que o eleitor responde em quem pretende votar sem que seja apresentada nenhuma relação de candidatos, Anastasia e Pimentel aparecem tecnicamente empatados na margem de erro.

O senador tucano aparece com 8% das intenções de voto e o governador petista tem 4%. O candidato do partido Novo, Romeu Zema, é citado por 1% dos entrevistados. Outros nomes foram mencionados por 2%. Brancos e nulos somaram 26% e 28% não sabem em quem votar.

Pimentel é o mais rejeitado

O governador Fernando Pimentel é rejeitado por 37% dos eleitores, segundo levantamento do Ibope. Atrás dele, o candidato tucano, Antonio Anastasia, tem 23% de rejeição entre o eleitorado mineiro. E 12% dos entrevistados não votariam de jeito nenhum em Romeu Zema (Novo).

A pesquisa também mostra a rejeição do candidato da Rede, João Batista Mares Guia, de 9%. Claudiney Dulim (Avante), Dirlene Marques (Psol) e Jordano Metalúrgico (PSTU) são rejeitados por 8%. A rejeição de Alexandre Flach (PCO) é de 7% e a de Adalclever Lopes (MDB) é de 6%.

Não votariam em nenhum candidato 7% dos entrevistados, e 6% não souberam responder.

Avaliação negativa do governo: 52%

O Ibope também mediu a avaliação do governo de Fernando Pimentel (PT). Para 52% dos mineiros, a administração do petista é negativa: 17% acham o governo ruim e 35%, péssimo.

Os que acham o governo regular somam 28%. A avaliação positiva é de 15%: apenas 1% acha a gestão ótima. Os outros 14% consideram o governo bom.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!