Manifestação pró-voto impresso compara mulheres a cadelas. Veja o vídeo

No início da tarde desta quinta-feira (5), um trio elétrico estacionado em frente a uma das entradas da Câmara reproduzia um funk com declarações misóginas e sexistas. Entre outras coisas, além de exaltar como herói a figura do presidente Jair Bolsonaro, a música compara mulheres de esquerda a cadelas.

“Dou para CUT pão com mortadela e para as feministas, ração na tigela. As minas de direita são as top mais belas enquanto as de esquerda têm mais pelos que as cadelas”, dizia trecho da música tocada no veículo. As imagens foram registradas pelo produtor audiovisual do Congresso em Foco, Tiago Rodrigues. A reportagem não conseguiu localizar os responsáveis pela contratação do veículo, que era ocupado apenas por seu motorista.

A canção é uma paródia do funk "Baile da Favela", tema da apresentação no solo da ginasta Rebeca Andrade, que ganhou duas medalhas, de ouro e prata, na ginástica olímpica em Tóquio na semana passada.

Algumas deputadas, como Jandira Feghali (PCdoB-RJ) e Maria do Rosário (PT-RS), e os ex-deputados Jean Wyllys (PT-RJ) e Luciana Genro (Psol) são alvos de chacota.

"Isso só expressa o odioso comportamento dessas pessoas. São antidemocráticas, golpistas, misóginas e machistas. Eles lidam com o ódio, o preconceito, a agressão. Essa é a característica dessas pessoas. Elas trabalham com a polarização do ódio, impulsionadas pelo ódio total", disse Jandira Feghali ao Congresso em Foco, após tomar conhecimento da manifestação por meio da reportagem.

"Esse ato mostra que a movimentação bolsonarista é tipicamente de pessoas contra a democracia o parlamento, contra as representações do povo brasileiro que tiveram voto legítimo", acrescentou a deputada, que informou que vai avaliar com seus advogados a possibilidade de tomar providências na Justiça contra a veiculação da música.

Esta não é a primeira vez que esse som é usado por bolsonaristas. A música também foi usada em algumas cidades na campanha vitoriosa de Bolsonaro em 2018.

Bolsonaro nomeia Bruno Bianco novo advogado-geral da União

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo