Presidente da Condsef diz que Dilma cometeu estelionato eleitoral

Defasagem no Poder Executivo será um desafio ao governo federal

O Presidente da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), Josemilton Maurício da Costa, falou sobre o governo atual em relação aos concursos públicos. Em matéria publicada no site Folha Dirigida nesta quinta-feira (1), ele fez severas críticas ao governo atual.

De acordo com Josemilton, 100 mil servidores públicos deverão se aposentar até 2014. Isso preocupa o governo, pois se a administração pública parar, o país para também. Segundo ele, Dilma cometeu o estelionato eleitoral quando assumiu a garantia de valorização e investimento do servidor público, porém suspendeu os concursos públicos e impediu que aprovados tomassem posse.

Segundo a presidência da Condsef, não há um órgão específico com maior necessidade de realização de concurso público. Há ministérios ainda com mais terceirizados que concursados, por isso se tem uma defasagem geral. Porém, a economia de R$ 10 bilhões para aumentar o superávit primário irá complicar a realização de concursos públicos, afirma.

Por fim, Josemilton fez uma comparação entre os governos de Lula e Dilma. Para ele, o ex-presidente retomou os concursos públicos, iniciou um diálogo com os servidores públicos e não ficou subserviente aos  Estados Unidos, ao contrário de Dilma, que para o presidente da Condsef, a presidenta foi submissa, está compromissada apenas com o mercado ao invés da classe trabalhadora e suspendeu os concursos públicos e as posses dos que foram selecionados.

 

Saiba mais sobre concursos públicos no site SOS Concurseiro

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!