Planejamento deve autorizar 4 mil vagas temporárias na PF

Decisão do Ministério do Planejamento manda Polícia Federal trocar terceirizados por contratados para vagas temporárias na área administrativa

Segundo matéria publicada no site SOS Concurseiro,  o Ministério do Planejamento deve abrir 4 mil vagas temporárias para amenizar o problema com terceirizados nas áreas administrativas da Polícia Federal. De acordo com o Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial da Polícia Federal (Sinpecpf), em reunião com representantes da entidade, o diretor-geral da PF, Leandro Daiello Coimbra, confirmou a informação e disse que os contratos valeriam por dois anos com a possibilidade de prorrogação por igual período.

Caso a pasta de Miram Belchior autorize esse processo seletivo, a intenção da direção geral da PF é lutar para que os postos temporários se tornem efetivos ao final dos contratos. Ainda de acordo com o sindicato, o diretor-geral ressaltou que continua negociando a realização de concurso para preencher cerca de 400 cargos atualmente vagos e a criação de 3 mil vagas permanentes, independentemente da proposta de concurso temporário. Entretanto, segundo Daiello, o Planejamento estaria alegando dificuldades orçamentárias para atender estas reivindicações.

A presidente do Sinpecpf, Leilane Ribeiro de Oliveira, afirmou que ainda é preciso um estudo e avaliação para que a entidade se posicione a respeito da proposta do Ministério do Planejamento.

Com informações da Sinpecpf

Saiba mais sobre concursos públicos no site SOS Concurseiro

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!