CNJ: 210 vagas aguardam sanção de Dilma

Concurso deve ser lançado ainda em 2011. Serão 100 vagas para analista judiciário e 110 para técnico judiciário

O concurso do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) está cada vez mais próximo. Deve ser sancionada pela presidenta Dilma Roussef, até sexta-feira (05/08) o Projeto de Lei 5.771/2009 que cria 100 vagas efetivas para analista judiciário e 110 para técnico judiciário. Boa parte destes novos servidores vão substituir terceirizados irregulares.

A proposição chegou ao Palácio do Planalto no último dia 28 de julho e, de acordo com a Constituição, a presidente tem 15 dias para sancionar ou vetar o texto. Além das chances que serão preenchidas por meio de concursos públicos, também serão criados 27 cargos em comissão e 76 funções comissionadas. O CNJ ainda não definiu como essas vagas serão preenchidas, se em um ou mais concursos.

Saiba mais:

O Conselho Nacional de Justiça foi criado em 31 de dezembro de 2004, com a sanção da Emenda Constitucional nº 45, que promoveu a reforma do Poder Judiciário. Começou a funcionar em 14 de junho de 2005, quando foi formalmente instalado. O CNJ tem sede em Brasília e atuação em todo país. Sua missão é a promoção da Justiça brasileira, mediante ações de planejamento estratégico e controle administrativo.

Saiba mais sobre concursos públicos no site SOS Concurseiro

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!