Vice-presidente da Câmara pede fim de disputas por sanção do orçamento

O vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PL-AM), divulgou nesta sexta-feira (16) vídeo no qual faz um apelo para que o orçamento de 2021 seja sancionado urgentemente. Segundo ele, o momento é de todos deixarem de lado suas divergências e seus interesses para que o país tenha um orçamento, com quatro meses de atraso.

Nesta quinta-feira (15), o governo enviou ao Congresso o Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) do ano que vem, sem ainda resolver o impasse criado com a lei orçamentária deste ano. Jair Bolsonaro tem até terça (22) para resolver se veta algum trecho da proposta aprovada pelo Congresso. Cerca de R$ 30 bilhões que seriam destinados a despesas obrigatórias foram realocados para contemplar emendas parlamentares.

O conteúdo deste texto foi publicado antes no Congresso em Foco Premium, serviço exclusivo de informações sobre política e economia do Congresso em Foco. Para assinar, entre em contato com comercial@congressoemfoco.com.br.

“Este país há quase quatro meses sem orçamento é o país que se aproxima da marca de 350 mil, dos seus filhos e filhas, mortos pela pandemia. É o país de 14 milhões de desempregados, de 19 milhões com fome e 125 milhões em insegurança alimentar. Este é o país que não chega a um acordo político para a aprovação da peça orçamentária”, afirma Ramos.

O deputado cobrou uma união nacional. “Deixar em segundo plano o interesse do Parlamento, o interesse do presidente da República, o interesse do ministro da Economia, o interesse do ministro do Desenvolvimento Nacional, e colocar acima de tudo isso o interesse do povo brasileiro”.

Veja o vídeo:

Continuar lendo