Veja as prioridades de Paulo Guedes no Congresso até o fim do ano

O ministro da Economia, Paulo Guedes, se reuniu nesta quinta-feira (5) com os líderes do governo Ricardo Barros (Câmara), Fernando Bezerra (Senado) e Eduardo Gomes (Congresso).

No encontro foram definidas metas da equipe econômica no Congresso além da reforma tributária. Entre as prioridades no Senado estão o projeto que muda a lei de falências e o novo marco do gás. Se os senadores não mudarem os textos aprovados pela Câmara, as duas iniciativas serão encaminhadas à sanção presidencial.

As principais informações deste texto foram enviadas antes para os assinantes dos serviços premium do Congresso em Foco. Cadastre-se e faça um test drive.

Na Câmara as prioridades são o projeto de autonomia do Banco Central, a medida provisória que muda o mercado de câmbio para facilitar empréstimos na pandemia, o projeto de lei que estimula a navegação entre portos (BR do Mar) e o novo marco legal das startups. Nenhum dos textos, à exceção da autonomia do BC, foi analisado pelo Senado.

O deputado Ricardo Barros disse ao Congresso em Foco  que o desejo do Executivo é aprovar todas essas matérias até o fim de 2020. O calendário almejado pelo governo é apertado, visto que faltam menos de dois meses para o fim do ano.

"A reunião foi para falar das pautas positivas da retomada do desenvolvimento econômico, desde a lei de falências, gás, saneamento, Banco Central independente, câmbio, cabotagem, startups. Nessa linha de pauta que nós queremos andar", disse o líder do governo na Câmara.

>Relator confirma que Renda Cidadã ficará para depois das eleições

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!