Rombo no setor público cresce mais de 1.000% e chega a R$ 703 bilhões em 2020

As contas do setor público consolidado registraram um rombo de R$ 703 bilhões em 2020. O valor representa 9,49% do Produto Interno Bruto (PIB) do país. É o maior saldo negativo registrado na história do país.

O setor público consolidado é formado pelos governos federal, estaduais e municípios e pelas estatais.

Na comparação com 2019, o crescimento do déficit foi de 1.063%. De acordo com o Banco Central, que apresentou os dados nesta sexta-feira (29), o rombo foi puxado pelos gastos efetuados para combater a pandemia e seus efeitos econômicos.

Em 2019, o déficit foi de R$ 61,9 bilhões (0,84% do PIB). Com o estado de calamidade decretado em razão da pandemia, o Congresso liberou o governo de cumprir a meta fiscal, que era de R$ 124,1 bilhões em 2020. Foi o sétimo ano seguido em que as contas do setor público ficaram no vermelho.

De acordo com o Ministério da Saúde, o governo gastou R$ 620,5 bilhões com medidas de combate à pandemia no ano passado.

Veja os dados do Banco Central:

>Simone Tebet deixa indefinido seu futuro no MDB: “O tempo dirá”

>Governo negocia Ministério da Saúde com o Centrão

Continuar lendo