Receita tem a maior arrecadação em tributos desde 2014

Receita Federal anunciou o maior montante arrecadado desde 2014. Em 2019, foram arrecadados R$1,537 trilhões em impostos federais, que demonstra um crescimento 1,69% em comparação com 2018. A análise foi divulgada  pelo órgão na manhã desta quinta-feira (23).

>Governo diz ter resolvido problemas no saque do seguro-desemprego

"O resultado do período de janeiro a dezembro de 2019 pode ser explicado pelo desempenho da atividade econômica e por fatores não recorrentes", explica a Receita em análise. Entre esses fatores "não recorrentes" foram citados as reorganizações societárias de empresas como fusões e aquisições, que interferem nas arrecadações de Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ) e na Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL).

Em 2019, não se repetiu a arrecadação com parcelamento de dívidas como em 2018, o que acabou influenciando também o resultado final de arrecadação no ano.

Os impostos e contribuições administradas pela Receita Federal chegaram a um montante de R$144,817 bilhões no mês de dezembro do ano passado, demonstrando um crescimento real de 0,16%. Entre os meses de janeiro e dezembro, a arrecadação chegou a R$1,476 trilhão.

Segundo a EBC, a análise mostra também que os setores econômicos que mais contribuíram para o resultado da arrecadação foram as entidades financeiras, a extração de minerais metálicos, a eletricidade, o comércio atacadista e as atividades auxiliares do setor financeiro.

As receitas administradas por órgãos que incluem royalties do petróleo arrecadaram, em dezembro, um total de R$2,683 bilhões, registrando uma queda de 11,69% em relação a dezembro de 2018. Levando em consideração o acumulado ao longo do ano, é possível observar um aumento real de 1,28% em comparação com o acumulado de 2018.

Com informações da Agência Brasil.

>Hauly diz que proposta de ICMS de Bolsonaro prejudica estados

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!