Produção industrial recupera perdas do início da pandemia, indica IBGE

A produção industrial do Brasil avançou 2,6% em setembro na comparação com o mês de agosto, de acordo com os indicadores da produção industrial apresentados pelo IBGE nesta quarta-feira (4). Com as altas acumuladas em maio (8,7%), junho (9,6%), julho (8,6%) e agosto (3,6%), a indústria brasileira eliminou as perdas registradas nos dois primeiros meses da pandemia de covid-19, quando os indicadores foram os mais baixos da série, de acordo com o IBGE.

Na comparação anual, a indústria brasileira cresceu 3,4% em relação a setembro de 2019, interrompendo dez meses de quedas seguidas. Ainda sim, a indústria aponta queda de 7,2% em 2020, e de 5,5% nos últimos 12 meses.

O maior destaque foi a indústria automobilística, que cresceu 14,1% na comparação com o mês anterior. Outros setores como máquinas (12,6%), vestuário e acessórios (16,5%), de couro, artigos para viagem e calçados (17,1%), produtos alimentícios (1,2%) e metalurgia (3,5%) também tiveram melhora neste mês.

O principal destaque negativo foi o setor de indústrias extrativas, que recuou 3,7%. Outros três segmentos da indústria registaram queda de indicadores no último mês.


> Governo prevê encerrar 2020 com rombo de mais de R$ 900 bilhões nas contas públicas
> Congresso analisa veto de Bolsonaro à desoneração da folha de pagamento

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!