Orçamento de guerra: relator reduz ainda mais ampliação de poder do BC

O relator da proposta de emenda à Constituição (PEC) do orçamento de guerra, senador Antonio Anastasia (PSD-MG), apresentou nesta quarta-feira (15) nova versão de seu aparecer. Leia a íntegra.

A PEC segrega cerca de R$ 700 bilhões do orçamento de 2020 para ações de combate ao coronavírus e permite ao Banco Central fazer compra direta de créditos, hoje isso somente pode ser feito por intermédio de bancos. A previsão é que a matéria seja votada nesta quarta-feira pelo plenário do Senado.

Como o texto vindo da Câmara dos Deputados foi alterado por Anastasia, se a PEC for aprovada, ela precisa de uma nova análise dos deputados.

Há divergências quanto a estratégia de tramitação, o relator defende que o conteúdo inteiro da proposta volte para a análise da Câmara. No entanto, alguns senadores querem promulgar as partes de comum acordo entre as duas Casas e devolver para análise dos deputados somente as alterações. O restante poderia ser promulgado imediatamente.

>Orçamento de guerra será modificado pelo Senado e voltará à Câmara

>Cadastre-se e acesse de graça, por 30 dias, o melhor conteúdo político premium do país   

O senador fez novas restrições além das já previstas no relatório anterior apresentado na segunda-feira (13) sobre a atuação do Banco Central na compra direta de crédito. Anastasia atendeu a pedidos da oposição para que as empresas beneficiadas com esses créditos não usem os recursos para pagar lucros e dividendos de seus acionistas.

Outra alteração incluída por Anastasia nesta quarta foi a recomendação para que esses créditos adquiridos pelo BC sejam usados preferencialmente para financiar pequenas e médias empresas.

O senador mineiro também reforçou os critérios de transparência e incluiu no documento a exigência para que as informações relacionadas com a pandemia figurem de forma destacada na prestação de contas anual do presidente da República.

Também foi adicionada a previsão de que o relatório resumido de execução orçamentária aponte esses dados. O texto ainda estabelece nova exigência no sentido de que as despesas realizadas de forma excepcional sejam inequivocamente identificadas na programação orçamentária.

> Últimas notícias sobre a pandemia de covid-19 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!